A #garota é ótima: você gosta dela, a acha inteligente, interessante, atraente. Mas nada do que você vê de bom nela ela vê em si mesma (e quem sabe, nada do que ela vê em você, você enxerga também).

Por quê?

Talvez em parte porque essa garota foi criada em meio a #Revistas, e as mulheres nessas revistas eram excessivamente magras, perfeitas e sorridentes (ou sedutoras).

E as mocinhas e antagonistas provocantes das novelas que passavam na TV dela eram quase todas (com exceção de Taís Araújo), muito brancas, e também magras e desafiadoras.

Elas desafiavam regras, atraíam a atenção e a admiração, e (no caso das protagonistas), terminavam com o amor verdadeiro, e possivelmente algumas crianças.

Publicidade
Publicidade

Padrão de corpo, pele e comportamento seguido pela maioria das heroínas de livros e de seriados, e pelas apresentadoras de telejornal. Aparência comum nas bonecas e nas dançarinas de videoclipes (embora no caso das bonecas tenham sido feitas nos últimos anos algumas tentativas de criar outros modelos de corpos que não sejam somente brancos e de cintura impossivelmente fina).

Essa garota cresceu talvez assistindo esses filmes, lendo esses livros ou brincando com essas bonecas, e contemplando um ideal de comportamento e aparência que ela tinha que alcançar para conseguir o seu final feliz.

Ela tinha que ser muito magra, tinha que ser bonita e tinha que ser diferente.

Completando o ciclo

Talvez ao crescer, essa pessoa complete o ciclo, e com outros imponha aos demais o que sempre foi exigido dela, rindo da pessoa que está dançando porque a acha gorda (e gordos não podem dançar), ou desprezando e falando mal de quem é diferente.

Publicidade

E odiando a si.

É bom ressaltar que as expectativas não atingem e fazem sofrer somente às mulheres, mas são em sua maioria mulheres que, incapazes de ouvir quem se importa com elas, vomitam no banheiro, ou param de comer, porque não acreditam que são o suficiente, e realmente não conseguem ver o que parece evidente aos outros.

Ou não vomitam ou param de comer, mas não se valorizam, não se amam.

Algumas não conseguem sair de relacionamentos abusivos por acreditarem na máxima de que se deixarem aquela pessoa não encontrarão nunca outra que queira ficar ao seu lado, e permanecerão sozinhas para sempre.

Seres humanos não são perfeitos. Humanos são (somos) parte do caos da natureza, com seus ciclos e a sua inexistência de linhas retas (retas são criações de pessoas).

Mulheres e homens de revistas usualmente estão ali como chamariz e complemento para “emagreça 06 quilos em uma semana”, “ganhe massa muscular”, e (nas entrelinhas), compre essa revista ou assista essa novela porque mostrará tudo o que você pode ser e tudo que você poderia ter, seja como eles ou mergulhe no mundo deles.

Fim

No fim, nem mesmo quem escreve e faz criticas é capaz de fugir completamente das cobranças e #Padrões, críticas e expectativas. Não há fórmula para se viver e não deveria existir receita para ser.