Mesmo com toda a mídia mundial mostrando uma derrota do candidato Donald Trump para a candidata Hillary Cliton, não foi suficiente pra conter a vitória significativa de Trump nos EUA. Essa vitória não foi somente dos republicanos, mas da direita em todo o mundo.

Em 2015, Macri tomou posse na Argentina. Isso já mostrava os rumos da direita na América Latina. Logo após tivemos a campanha polêmica de #Donald Trump, que mesmo sendo radical em seus discursos, despertou o lado conservador dos americanos e com isso obteve a vitória mesmo contra toda a previsão das instituições de pesquisas e mídia.

O mundo "endireitando"

Na França, a candidata de direita Marine Le Pen, está seguindo o mesmo caminho que o candidato dos EUA.

Publicidade
Publicidade

Com seu discurso conservador ela vem se destacando nas pesquisas de intenção de voto, embora a mídia, assim como nos Estados Unidos, esteja apostando em sua derrota. Pela Europa a direita vem se destacando com fortes grupos tais como: União Democrática de Centro, Europa das Nações e da Liberdade, Partido da Liberdade, Partido do Povo Suíço, etc. No Brasil esse movimento já tem sua representatividade na pessoa de Jair Messias Bolsonaro, que assim como Donald Trump, vem fazendo uma campanha radical e com boas chances de conseguir a vitória nas eleições de 2018, como já mostra pesquisas como, por exemplo, a do Datafolha.

Direita ou esquerda

De tempos em tempos as coisas mudam no cenário político em todo o mundo. Às vezes, a esquerda está no comando e outras vezes a direita está também. Por isso a #Política em todo o mundo deve ser levada a sério por parte da população, pois eleger esquerda ou direita pode fazer uma diferença para o futuro de uma nação.

Publicidade

A posse de Donald Trump que acontece hoje, 20 de janeiro de 2017, representa a esperança de muitos candidatos de direita em todo o mundo que também deseja o posto mais alto: a presidência de uma nação.

E você, já sabe qual a sua posição política? Já sabe se seu candidato é de esquerda ou de direita? Fique atento, seu voto é importante. #Eleições 2018