Um jovem de 28 anos vem atraindo muitos seguidores em sua página no Facebook por conta de suas opiniões firmes e sua personalidade forte. Smith Hays, como gosta de ser chamado, está sempre expondo suas opiniões a respeito da #Política nacional e internacional. Sendo um apoiador árduo da família #bolsonaro e também do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, Smith, mesmo sendo homossexual, não esconde ser um conservador, algo que para o movimento LGBT (que ele também critica e é contra) é errado.

Arquiteto e morador de São Paulo, Smith tem uma considerável influência nas redes sociais e está sempre compartilhando sua opinião com seus mais de 40 mil seguidores.

Publicidade
Publicidade

Sempre em crítica a políticos de esquerda como Dilma Rousseff, Lula e Hillary Clinton, ele vai na contramão do que o movimento LGBT prega. E para completar a total adversidade ao movimento, ele apoia Jair Bolsonaro, o político que a comunidade mais desgosta.

Smith Hays, que é cristão, critica o modo com que a esquerda os trata. "Esquerdistas vivem dizendo que os cristãos devem 'amar ao próximo'. Eles se esquecem que amar é principalmente corrigir os erros e ensinar o bom caminho. Amar é, principalmente, dizer 'não'. O amor é o que conduz ao bom caminho e não o que conduz à liberdade irrestrita. E, para o bom caminho, punições e restrições são imprescindíveis."

Com a posse de Trump em destaque nos assuntos desse ínício de 2017, Smith não deixou de opinar sobre o presidente eleito. Apesar da maioria das pessoas nas redes sociais estar falando mal do presente dos EUA, Smith declarou apoio e o defende sempre que surge o assunto em sua rede: "O Trump chamar a CNN de "fake news" foi uma porrada enorme.

Publicidade

Essa invenção de "fake news" veio justamente dessas mídias vendidas e falidas, para tentar tirar do jogo as mídias independentes, chamando-as de "notícias falsas". Trump inverteu o jogo genialmente! haha Esses próximos anos serão horríveis para o globalismo. Se é horrível para eles, é ótimo para nós =)"

Recentemente, Smith comparou Trump a Bolsonaro, apoiando o deputado em sua candidatura em 2018. #Conservadorismo