O Movimento dos Trabalhadores Sem Teto fará diversas manifestações pelo país durante o mês de fevereiro. De acordo com o coordenador do movimento, Guilherme Boulos, os atos iniciados nesta terça-fera (31), na Avenida Paulista, serão realizados nacionalmente.

"Será um mês de muita luta pelo direito à moradia, para exigir politica habitacional da prefeitura de João Doria. Mas vai também tomar as ruas de todo o país, para reivindicar a retomada das contratações do Programa Minha Casa, Minha Vida, que foi transformado pelo Governo #Temer em crédito imobiliário, oferecendo casas apenas para a classe média e colocando na gaveta a parcela subsidiada", garantiu Boulos em vídeo divulgado na sua página do Facebook na última segunda-feira (30).

Publicidade
Publicidade

Este é o primeiro grande ato do movimento durante a gestão Doria, que comanda a capital paulista há cerca de um mês. De acordo com os manifestantes, cerca de 10 ml pessoas participam do evento. A Polícia Militar ainda não divulgou os números oficiais. As mobilizações acontecem duas semanas após a prisão do líder do MTST por desobediência judicial e incitação à violência. O fato ocorreu durante uma reintegração de posse que deixou 700 famílias desalojadas em São Mateus, zona leste de São Paulo, no último dia 19.

Política Habitacional como caso de polícia

Para que a democracia no país seja fortalecida, é necessário que o poder público ouça, dialogue e conviva com os mais diversos setores da sociedade por meio da negociação das pautas com os movimentos sociais. O avanço para um país mais democrático se dá com a efetivação de que a constituição seja cumprida, garantindo saúde, bem estar educação e políticas habitacionais para todos - e não utilizando a truculência ou violência policial contra pessoas que desejam apenas a efetivação de seus direitos.

Publicidade

Tratar quaisquer tema social como caso de polícia ou criminalizar os movimentos sociais, que servem para nos lembrar que ainda não somos uma democracia plena, é desumano e fere os princípios constitucionais que regem à sociedade brasileira.