João Doria, prefeito de São Paulo, se elegeu prometendo elevar a #Velocidade das marginais, que foram reduzidas por seu antecessor na prefeitura, Fernando Haddad. De fato, as mortes em São Paulo caíram após a redução das velocidades, porém os engarrafamentos aumentaram por conta dos locais onde a velocidade chegava a 40 km/h. Todavia, é verdade também, que o número de mortes caiu no resto do país como um todo. Logo, fica a pergunta: qual a consequência da redução da velocidade nas marginais sobre os acidentes e mortes no trânsito? Não existe esta informação. Na verdade, ninguém sabe. Até hoje não foi feito um estudo estimando o impacto da redução vis-à-vis o impacto da crise sobre o trânsito.

Publicidade
Publicidade

Com a crise, o fluxo de carros diminui, o que certamente reduz as mortes no trânsito. Em outras palavras: se e quanto a redução impactou nas mortes é algo desconhecido.

Do ponto de vista econômico

O que pode ser feito, então? Que dados sobre acidentes, velocidades médias nos percursos, etc, sejam liberados para que se possa estimar, econometricamente, os reais efeitos da mudança na velocidade das marginais sobre os acidentes. Lembre também que, ainda que as mortes sejam reduzidas, há também custos em fazê-lo. Pense no caso de o governo proibir todos os carros: simplesmente não haveria mais mortes de trânsito. Porém, com certeza, ninguém imagina que isso seja plausível ou uma grande ideia. A vida humana tem valor e, ainda que o leitor negue isso, saiba que todos atribuem, implicitamente, um valor à vida.

Publicidade

Logo, não é desejável, do ponto de vista econômico, reduzir todas as mortes de trânsito - por mais macabro que isso possa soar.O que esperar daqui para frente? Sem sombra de dúvida, muitos desonestos usarão a redução nas mortes em trânsito no governo Haddad (que capturou os efeitos da desaceleração econômica) e o provável aumento das mortes em trânsito no governo João Doria (que vai capturar o impacto da retomada econômica) para argumentar que foi a redução quem salvou vidas e que o aumento as ceifou. #João Dória #Morte