Infelizmente, não temos como evitar um encontro com elas: “#pessoas tóxicas” estão em todo lugar. Desde o seu convívio diário no trabalho até dentro de sua própria família. A melhor maneira de viver é identificar esse tipo de pessoa e evitar suas ações negativas sobre sua vida.

Mas enfim, o que são “pessoas tóxicas”?

Pessoas tóxicas são aquelas que sempre desvalorizam o que você é, seja fisicamente, mentalmente profissionalmente, sempre a minar a sua energia com observações sutis muito desagradáveis. O 'tóxico' tenta sempre chamar atenção sobre si, é inconveniente, dá opiniões quase sempre negativas e sem ninguém solicitar.

Publicidade
Publicidade

Mas como identificar se convivo com uma “pessoa tóxica” ou não? Segundo a pesquisa feita pela revista Inc, esse tipo de pessoa costuma ter caraterísticas em comum, a saber:

- Pessoas arrogantes: no geral, elas gostam de intimidar o outro para que a confiança do mesmo não interfira na arrogância dela, ou seja, tipo de pessoa que sempre te joga para baixo; somente a palavra dela é a correta e melhor que todas.

- Pessoas vítimas: o mundo inteiro sempre está contra ela, todos são culpados de seus infortúnios, mesmo ela própria.

- Pessoas invejosas: nunca estão felizes com o que possuem e sentem raiva quando coisas boas acontecem ao próximo, pois para elas, coisas boas só podem acontecer em suas vidas e não na vida dos outros.

- Pessoas mentirosas: de pequenas mentiras até situações criticas, evite totalmente pessoas que mesmo por brincadeira gostam de contar mentiras, pois você nunca saberá quando ela está falando a verdade.

Publicidade

Simplesmente não dá para estabelecer uma relação com confiança.

- Pessoas que julgam: elas são rápidas em tirar conclusões de qualquer pessoa ou situação, porém nunca são positivas; lhe agrada somente criticar o que parte do outro.

- Pessoas fofoqueiras: se elas não tiverem o que falar da vida dos outros, inventam. Mas só ficam satisfeitas quando falam do próximo e não cuidam de sua própria vida. Normalmente esse tipo de pessoa costuma ser infeliz. #Opinião #Sociedade