O técnico Fábio Carille perdeu a primeira partida no comando do #Corinthians este ano e sofreu duras críticas. Isso porque ainda estamos apenas na segunda rodada do Paulista.

Nem de longe o Corinthians jogou mal, tomou 2 gols em lances completamente atípicos e acabou perdendo o jogo. Também é verdade que a parte ofensiva do Corinthians está deixando a desejar, mas com o time que tem, Fábio Carille tem feito o que pode em pouco espaço de tempo no comando da equipe.

O problema é que os dirigentes, a mídia e parte dos torcedores no Brasil são imediatistas, se ganha hoje é o melhor, mas se perder amanhã nada mais presta no trabalho.

Publicidade
Publicidade

Um exemplo clássico de que dar continuidade no trabalho da comissão técnica, mesmo com resultados adversos pode dar um bom resultado a médio longo prazo é o próprio Tite, atual técnico da seleção brasileira, que depois de passar um "vexame" ao perder para o Tolima, na pré-Libertadores, foi campeão de tudo no Corinthians e chegou a seleção.

Mas para que um sucesso desses aconteça em um time de futebol, é necessário uma diretoria profissional, que entenda de futebol e não ceda a pressões externas. No entanto, a atual diretoria corintiana já deu diversas demonstrações de que não está nem de longe a altura de um clube com a grandeza de um Corinthians.

Quem não se lembra que o próprio Roberto de Andrade, atual presidente do clube, ano passado veio a público e bancou Fábio Carille como técnico após a saída de Cristóvão, que também foi uma escolha pessoal de Roberto de Andrade.

Publicidade

Mas depois de vir a público bancar Carille, o presidente contratou Oswaldo de Oliveira, que ficou apenas 9 jogos no comando do time, até que Roberto de Andrade mais uma vez cedeu a pressão e demitiu Oswaldo, colocando novamente Fábio Carille como técnico, e mais uma vez com a promessa de dar sequência no trabalho.

A verdade é que o Fábio Carille é um bom treinador e precisa dar sequência no trabalho, assim como ocorreu com Tite.

O Corinthians pode perder Rodriguinho de graça para a China!

Enquanto os comandantes do futebol brasileiro forem amadores, o futebol nacional vai sofrer com dificuldades financeira, técnica e tática! O pior é que, na hora da cobrança, a "bomba" cai em cima dos que menos são culpados, o técnico e os jogadores. #FutebolBrasileiro #Paulistão