Do que adianta nós votarmos certo, pagarmos impostos mensalmente, enfrentarmos a crise de cabeça erguida, se nenhum deputado, senador, ou qualquer outro politico que seja, se digna a pensar em uma solução para a crise do país? Se pensarmos bem, em termos de "descasos ", o nosso país está sofrendo um descaso enorme, porque nenhuma atitude é tomada. Eles não se dignam se quer a criar algum método que sirva de paliativo para as nossas frustrações econômicas.

Até quando vamos aguentar só mudar de moeda? Cruzeiro, Real, ou seja lá qual for, isso não ajuda em nada. Nada vai mudar se vivermos apoiando essa preguiça de pensamento.

Publicidade
Publicidade

Essa solução não é a mais bem planejada. No #Brasil precisam existir leis mais rígidas, e o poder judiciário deve cobrar mais do poder legislativo uma atitude coerente, e a altura de uma nação, porque nós somos um país grande e rico, sobretudo, em biodiversidade, já que temos de tudo por aqui.

Alguma coisa precisa ser feita para mudar; precisamos de gente inteligente e de atitudes inteligentes, independentemente de diplomas. Depende de boas ideias a mudança que faça o nosso país crescer, e antes de crescer, nós devemos nos sustentar, criar um caminho para podermos um dia lutar por um lugar ao sol.

Vamos ser mais inteligentes, temos que agir por conta própria. A realidade da nossa vida é que, infelizmente, ''o governo não tem competência para nos proporcionar isso''. Não existe esse ou aquele, existe nós.

Publicidade

O governo só age sob pressão e os ricos, quando acham que o Brasil não vai para frente, eles simplesmente vão para a Europa, porque não precisam ficar aqui chorando, se lamentando.

Não queremos mais nomes trocados, nem pessoas sentadas votando em projetos que já existem em vários países, e que não vão mudar nada. Eles não têm coragem nem se quer de pensar nisso. Esse é o "tapa na nossa cara" para irmos as ruas gritar: acorda Brasil! Porque se ficar como está, nada vai mudar. Tudo vai permanecer igual. Quem pode, foge. E quem não pode, aguenta calado. Esse é o país do cinema mudo. #Opinião