Pense nisso. Você só acha que está no ano de #2017 porque alguém disse que você está. A contagem do tempo é algo extremamente relativo. George Orwell, em seu famoso livro 1984, já se deparou com essa mesma questão: seu protagonista Winston estaria de fato em 1984? Quais as certezas que ele teria disso? Porque ele estaria? Porque não? Hoje, mais de 40 anos depois, devemos parar por alguns segundos e nos perguntar isso. Porquê? Ora, porque há algo que ainda não nos foi e nem será respondido: Em que ano de fato estamos?

Você já parou pra pensar que o calendário - o gregoriano em que nós vivemos - é apenas uma convenção temporária? O ano novo chinês segue outra contagem.

Publicidade
Publicidade

A existência ou não de Cristo no ano zero também nos faz pensar ainda mais sobre tais questões. Cristo zerou o calendário, e o que isso significa? Rigorosamente nada. É isso. Logo, quais certezas podemos ter de que de fato estamos em 2017? Pouquíssimas.

O que é no fundo um tanto quanto assustador. A #Filosofia dirá que somos nós que damos valor à vida que vivemos, e o tempo, bem, o tempo, como você mesmo já deve ter ouvido, é na verdade muito relativo.

Por outro lado, como temos um calendário estabelecido, logo, seria muito mais fácil admitir que na verdade nós estamos mesmo em 2017 e que todo esse papo estranho de que nós não estaríamos não passa de papo furado.

Assusta da mesma forma. Ou não. A reflexão que fica é que, no final das contas, nós, reles mortais, não passamos de poeira cósmica, e que para o plano central do universo não contamos muito.

Publicidade

Então, toda essa discussão a respeito de estarmos ou não em 2017 se resultaria completamente inútil. Mas é aí que está a beleza dessa discussão: somos nós que damos importância à vida que vivemos e mesmo que não passemos de poeira cósmica, somos oficialmente responsáveis pela vida que vivemos.

Certezas de que estamos em 2017? Não temos nenhuma. Mas também não temos certeza de que não estamos em 2017. Toda a certeza que possuímos é que não temos certeza de coisa alguma e ok quanto a isso. #Curiosidades