Nos dias atuais, vemos muitas notícias sobre a corrupção em nosso país, mas será mesmo que a culpa é só dos governantes e seus partidos?

A corrupção é um problema crônico no país. Apesar de muitos atribuírem esse problema à falta de caráter daqueles que fazem parte de grupos representativos como políticos e policiais, não podemos negar que mesmo nestes grupos temos pessoas que não se deixam corromper, pois são pessoas honestas.

As pessoas se enganam em focar só nesses grupos, pois existe uma infinidade de outros que são facilmente corrompidos e também há práticas comuns de corrupção do dia-a-dia.

Veja alguns grupos que podem ser classificados como corrupção

O primeiro grupo existiu no século XVI, no período da colonização portuguesa, onde funcionários públicos eram encarregados de fiscalizar o contrabando e outros crimes comuns da época contra a coroa portuguesa.

Publicidade
Publicidade

Ao contrário de cumprir suas obrigações, acabavam praticando o comercio ilegal de contrabando e aceitando propinas. Vemos aqui que não são políticos e policiais.

O segundo grupo é aquele dos hospitais, os quais, muitas vezes sem nós sabermos, vendem para o mercado negro aqueles órgãos que são doados para favorecer a população que realmente necessita, ao invés de doar a quem está na fila há muito tempo. Eles simplesmente vendem sem se importar com a vida de quem precisa e muitas vezes está esperando há anos . E para onde vai esse dinheiro?

O terceiro é da própria população, que acha que está ganhando algo em troca de um voto, aceitando suborno e ofertas de políticos a troco de algo que o beneficie, como cargos públicos, assistência médica, cesta básica, material de construção e até combustíveis.

Publicidade

O cidadão que elege um corrupto não é vítima e sim um cúmplice, pois compactua com sua corrupção. Vemos novamente aqui que não são políticos e policiais.

As práticas mais comuns de corrupção no dia a dia:

- Não dar Nota Fiscal

- Vender ou comprar produto contrabandeado

- Não declarar produtos comprados no exterior

- Estacionar veículos utilizando vagas prioritárias

- Usar assentos destinados às gestantes, idosos e deficientes

- Vender voto ou trocá-lo em beneficio próprio

- Dar uma olhada na resposta da prova do colega (a famosa cola)

- Andar com veículo pelo acostamento

- Tentar subornar o guarda para evitar multas

- Roubar TV a cabo

- Apresentar atestado médico falso

- Furar fila

Um país sem corrupção depende da honestidade do seu povo. Então, não seja corrupto! #corrução