Luiz Inácio Lula da Silva (o #Lula) acha que o Brasil precisa novamente de sua ajuda para voltar aos eixos. Mas foi justamente o início da sua antiga gestão (2002), que a princípio parecia boa, que transformou o Brasil no que é hoje: um país com 12 milhões de desempregados. Os efeitos de um governo não são sentidos logo de início, como muitas pessoas acham ser: geralmente levam anos para aparecer, caso seja um governo ruim.

Publicidade

A história já aponta casos parecidos: foi assim com a Venezuela, quando Hugo Chávez se elegeu #Presidente em 1999.

Publicidade

A maioria gostava dele, mas infelizmente suas políticas socialistas estão sendo sentidas agora: muitas pessoas na Venezuela estão comendo cachorros de ruas, lagartos, etc, tudo para saciar a fome. Fora outros casos mais conhecidos na história, como Cuba, a URSS, etc. Não cabe pormenorizar neste artigo.

O demagogo Lula

Como ele tem uma personalidade muito envolvente, sendo em alguns casos comovente, e também sabe se colocar em defesa dos pobres, é tido como um político verdadeiro por defender suas causas de campanha. Mas o que ele queria era voto da massa para se eleger. E onde ia encontrar isso? No pobre. E aquele cidadão pobre, lá em 2002, é o que mais sofre hoje com o desemprego. O socialismo é um antibiótico da pior espécie: mata a bactéria inicial, mas depois volta com ela devastando tudo. Foi do mesmo jeito no governo de Lula: de início melhorou alguma coisa ali, mas hoje há 12 milhões de desempregados.

É verdade que não podemos culpá-lo sem um julgamento imparcial e correto, mas tudo mostra o malefício que este político fez às terras do Brasil. Não a corrupção em si, mas seus objetivos escusos, sua gana de colocar o PT a todo custo no poder, pulando toda uma legislação, que já não é boa do ponto de vista prático, para perpetrar sua política socialista..

Publicidade

Portanto, não há ainda uma prova concreta de que Lula seja um futuro presidiário; mas, se ele se candidatar e for eleito presidente, quem será candidato a presidiário será o povo brasileiro.