A #Música é considerada, por alguns, uma das forças mais poderosas do universo. Quem já estudou ou estuda música, sabe que essa afirmação está certa. Estudos provam que a convivência musical traz vários benefícios para o corpo e a alma. Você se lembra daquela música que te tirou daquela tristeza momentânea? Ou daquela que te faz dançar e se lembrar de tempos melhores? Se sim, você já experimentou um dos poderes dessa arte milenar chamada música.

Outro benefício da música é que ela pode melhorar sua percepção. Por exemplo, em uma orquestra sinfônica, você ouve vários sons diferentes sendo eles graves, médios, e agudos e não podemos esquecer da percussão.

Publicidade
Publicidade

Isso ajuda seu cérebro a prestar mais atenção nas coisas, tanto na música quanto fora dela, de uma forma mais concentrada. A música pode curar a depressão, já existe a musicoterapia que tem como intuito, ajudar as dores do homem por meios musicais.

Com tudo, cuidados devem ser tomados. A música tem o poder de induzir certos comportamentos portanto, você pode ser induzido a fazer coisas ruim para você mesmo ou para outras pessoas. O pior é, que em alguns casos, podemos fazer coisas ruim e não sabemos o motivo e nem o porquê fizemos. Então, se somos acostumados a ouvir músicas tristes, com temas baixos e violentos, sem muitas melodias bem feitas, sem muitos caminhos harmônicos, não se surpreenda se você começar a ficar triste, violento ou antissocial sem motivo algum.

Somos seres racionais porém, muitos sentimentais por tanto, manipulável.

Publicidade

Existem livros e até cursos na internet de como manipular, persuadir e subjugar pessoas, usando técnicas de PNL (Programação Neurolinguística) .A música mexe com lado criativo do cérebro, esse lado, por sua vez, é muito manipulável e aberto para qualquer ideia subconsciente, que possa chega até ele. Isso acontece o tempo todo, quando assistimos TV, quando estamos na internet, quando vemos um quadro enfim, tudo que podemos observar no mundo físico.

Então sabendo os lados bons e ruins da música, não há motivos para não criar intimidade com ela.

Leia mais

A carne é fraca

O problema ocidental para os muçulmanos #Televisão