Seus vizinhos precisam saber disso: peixe vive mais de 100 anos porque não cuida da vida de ninguém.

Um estudo feito pela universidade de Hiroshima, concluiu que o fato de não cuidar da vida dos outros, principalmente de vizinhos ou parentes, é o principal fator que tem contribuído para que espécies conhecidas como Peixe Bolha tenham uma longa vida, vivem em média 150 anos, segundo os estudiosos. Outras curiosidades sobre a espécie, é que também se mantém sozinha, não vive a sugar a familia e tem desenvolvido um amplo sistema de sobrevivência por conta própria, não dá dor de cabeça para pai e mãe, come e bebe por si mesmo.

A Teoria

Segundo o antropologista e especialista japonês em convivo social Dr.

Publicidade
Publicidade

Euto Mintino, a humanidade poderia aprender muito com essa espécie . Ele conclui em sua teoria que cuidar da vida dos outros é viver menos. É o que aponta o estudo feito pelo professor japonês e que tomou como base o peixe bolha Segundo o cientista, os animais da espécie vivem mais de cem anos porque cuidam apenas da vida deles e preservam a boa convivencia social.

O estudioso ainda afirma que cada fofoca que uma pessoa faz, reduz a expectativa de vida dela própria em até 20 segundos por palavra pronunciada . O cientista chama atenção para o fato de que para viver mais e melhor é preciso cuidar da própria vida e esquecer a dos outros.

Fatos curiosos sobre o peixe bolha

Esses animais em seu meio ambiente social marinho, vivem de forma quase desapercebida, não ficam ostentando nas redes sociais o que compraram fiado para passar a falsa impressão de que tem dinheiro.

Publicidade

As fêmeas da espécie se ocupam em cuidar da familia e manter em ordem sua toca, ao invés de ficar dando lição de moral no Facebook com indiretas para familiares só porque o filho da prima veio em sua casa e comeu o iorgute que estava na geladeira, ou para criticar o vestido novo e decotado da cunhada. Ainda sobre as fêmeas, evitam ficar colocando fotos de tudo o que fazem no Facebook , fator este também relevante para sua longa vida, pois preserva a espécie de ataques de predadores mal intencionados. Ainda na adolescência, elas já se arriscam a sair da toca em procura de alimentos e logo após conseguirem, devido a instinto social e familiar, têm a preocupação de dividir com os membros de sua espécie os objetos de caça. Outro fator crucial para a manutenção da sobrevivência da espécie é que os jovens não cobiçam os bens materiais dos outros nem se envolvem em conflitos por motivos fúteis. Durante a fase de acasalamento, os casais se comportam de forma um tanto estranha aos olhos dos humanos. Sim, os casais de PEIXE BOLHA se mantém fiéis até a morte, gerando em suas crias uma melhor noção de sobrevivência em família. #Japão #2017 #Humor