Desde os anos 1990, vários escândalos começaram a surgir no cenário político brasileiro, abrindo espaço para a #Mídia influenciar a opinião pública através dos veículos de informação de massa. A mídia sempre forneceu a sociedade informações importantes, mas exerce sua conduta de manipuladora.

Os atos de #Corrupção individual ou sistemática que abrangem o conhecimentos popular sobre as notícias e as modificações dos acontecimentos tornam célebre a divulgação de um escândalo. Os veículos de comunicação desempenham o seu papel através da propagação da divulgação dos fatos para que espalhem-se velozmente e tragam danos aos personagens envolvidos nas atividades corruptas.

Publicidade
Publicidade

Nomes e os batismos nas operações usado pela PF

Entendemos que toda notícia divulgada, toda matéria jornalística é iniciada com um nome. É, no entanto, nos nomes - ou de outro modo, no batismo das operações que a PF (#Polícia Federal) diz a respeito de cada protagonista que surgi no palco e as novas informações que despertam o interesse da população - que os veículos midiáticos transmitem suas opiniões.

O domínio e controle do ponto de vista da população a favor ou contra figuras públicas e casos noticiados são um dos fatores importantes para identificar o ocorrido nas investigações ou dizer algo sobre o assunto. No país do futebol, existe uma dependência do texto - as resenhas dos escândalos diários chamado corrupção seguem rigidamente as orientações feitas por quem escreve o texto.

É verdade que em várias vezes os nomes selecionados nem sempre obtiveram êxito da forma em que as operações desejaram.

Publicidade

Um exemplo claro foi a escolha da "Operação Carne é Fraca", que foi deflagrada no dia 17 passado e mostrou a negociação imprópria da carne nos frigoríficos. A investigação custo muito caro para a Policia Federal , que descobriu inúmeras irregularidades sanitárias.

Os agentes encontraram papelão , substâncias cancerígenas e a suspeita foi revelada como desconfiança da carne brasileira. O erro denso, catastrófico para alguns especialistas, as acusações foram alarmadas com sensacionalismo e há dúvidas nos verdadeiros propósitos por trás da ação.