Já são pelo menos 58 pessoas, entre elas onze crianças, que morreram, e centenas ficaram feridas nesta terça-feira (4) em um bombardeio químico na cidade de Khan Sheikhoun, na província de Idlib, no norte da Síria.

Segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH) e outros grupos ativistas, o ataque teria sido conduzido por forças russas ou do governo sírio, que negam o envolvimento.

A ONG, que citou fontes médicas e testemunhas, informou que alguns dos feridos no ataque realizado por aviões não identificados apresentavam sintomas de asfixia, vômito e dificuldades para respirar. O OSDH não descartou que o número de mortes aumente porque há feridos em estado grave.

Publicidade
Publicidade

De acordo com a Defesa Civil, o número de feridos chega a 250. A nota destacou que alguns deles apresentavam espasmos e espumavam pela boca.O Conselho publicou fotografias de várias vítimas do ataque, alguns menores de idade, deitadas no chão.

Numa delas, pode ver-se uma equipe de emergência a molhar com água o corpo de um jovem. Entretanto, a oposição #síria já apelou ao Conselho de Segurança da ONU, para que abra com urgência um inquérito sobre o ataque com “gás tóxico” perpetrado, segundo disse, pelo regime de Bashar al-Assad no noroeste do país.

Até quando as pessoas vão continuar com venda nos olhos para um problema tão grave e que atinge em cheio o mundo inteiro? O cavalo de Troia segue avançando e já mostra sinais de quão perigosa é a migração desenfreada pelos países da Europa e também no Brasil.

Publicidade

Não se pode esperar que a sociedade se enfraqueça e aceite os costumes e a Sharia, lei islâmica baseada no Al Corão, como parte do pacote de acolhimento.

Cristãos, crianças, mulheres e inclusive muçulmanos não radicais são as maiores vítimas dessa atrocidade que vem assolando a Síria e outros países árabes, como o Iraque, que desde o ataque de falsa bandeira de 2011 vem sofrendo horrores nas mãos de tropas yankees.

E o mundo assiste a esse espetáculo de horrores passivamente. Até quando o terror explodir no nosso país? O Islamismo tem crescido em grandes cidades, como São Paulo, e simpatizantes do ISIS já tem demonstrado como é fácil seduzir ignorantes com propagandas de morte e terror a preço de vidas inocentes.

Acorda Brasil.

#Guerra #Terrorismo