A noite desta quinta-feira (30), reuniu 5.320 casais que se uniram no maior #Casamento simultâneo já realizado no Brasil. A Celebração dos Casamentos 2017 aconteceu nas igrejas da Universal do Reino de Deus, nos 26 estados e Distrito Federal. No #Templo de Salomão, localizado na região do Brás em São Paulo, 242 pessoas disseram “sim” no altar.

Noivos e padrinhos foram recepcionados com um buffet antes da cerimônia, no Templo de Salomão. Dentre os casais que participaram estavam Fabio Henrique de Camargo, 31, e Beatriz Ramalho de Camargo, 25.

Para Beatriz, a opção pela celebração simultânea foi motivada principalmente por motivos financeiros.

Publicidade
Publicidade

"Nós já moramos juntos, mas não tínhamos condição de fazer um casamento exclusivo, com festa em buffet", conta Beatriz. "A partir dessa oportunidade podemos oficializar e seguir o que é passado para gente (pela igreja), que o casamento começa com o 'sim' no altar", ela explicou.

Já para Neiara Gonçalves e Janilson de Melo a celebração no religioso aconteceu depois de 26 anos casados no civil. “Receber a bênção de Deus e casar em um lugar santo como o Templo de Salomão era o nosso maior sonho e presente de Deus em nossas vidas”, disse Neiara.

A Celebração dos Casamentos foi conduzida pelo casal Renato e Cristiane Cardoso, que realizam dentro da #Igreja Universal o curso Terapia do Amor, que tem como objetivo de resgatar o valor do casamento nos dias atuais.

Segundo Renato Cardoso o casal deve estar preparado para as situações que eles possam vir enfrentar.

Publicidade

“O que procuramos valorizar não é a aparência, mas sim cada um trazer dentro de si a seriedade da troca de votos, que é o que trará forças para lidar com os problemas quando eles chegarem”, relata Renato.

Neste ano o casamento simultâneo foi 35% maior comparado ao número do ano passado, quando foram 3.961 casamentos.

Na contramão dos números

Enquanto o número de solteiros só aumenta no Brasil, a Igreja Universal do Reino de une cada vez mais casais. Neste ano o casamento simultâneo foi 35% maior comparado ao número do ano passado, quando foram 3.961 casamentos.

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) divulgada em 2015 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil apresentava mais de 94 milhões de solteiros, cerca de 17 milhões a mais do que no ano anterior.