No final de semana, Marcos se mostrou muito agressivo e abusivo, encurralando e beliscando novamente a Emilly, sua namorada dentro da casa do Big Brother Brasil 17. Muitos usuários do Twitter até criaram a hashtag #marcosexpulso como forma de protestar e mostrar que o brother está passando dos limites.

Todos aguardavam o programa começar para poder ver o posicionamento da Rede Globo em relação aos acontecimentos. Mas, para a surpresa e decepção de familiares de Emilly e fãs, o apresentador Tiago Leifert não fez essa declaração.

Leifert começou o programa dizendo que o comportamento da casal preocupa a organização do BBB17, assim como aos telespectadores.

Publicidade
Publicidade

Ele disse que “o BBB é um jogo, é um programa de entretenimento que espelha a vida real. O que nós vimos hoje acontece em tempo real, porém sem as câmeras.”

A Globo mostrou cenas das últimas 24 horas e falou sobre ter chamado os dois participantes ao confessionário. Mas ficou claro que a decisão seria da Emilly. Se ela relatasse à produção alguma agressão, aí, sim, fariam algo. Ele não disse essas palavras, mas foi isso que ficou subentendido pelo público.

Apoio nas redes sociais

Após verem que o programa continuaria com Marcos na casa, a internet começou a acusar a Rede Globo de apoiar as #agressões de Marcos contra Emilly. Voltaram a falar que a emissora não cumpre o que mostra, citando novamente o caso de #Assédio sexual do ator da casa José Mayer contra Su Tonani.

Houve uma mobilização na emissora com a hashtag #mexeucomumamexeucomtodas em apoio à figurinista que relatou o assédio.

Publicidade

Mas com a Emilly, que vem sofrendo agressão verbal, psicológica e até física, com beliscões e apertos no pulso, a emissora deixou para a vítima, claramente abalada, decidir sobre a expulsão.

Talvez por gerar cliques e audiência, mas acabam apoiando uma coisa que acontece no Brasil diariamente. O Brasil é o 5º país no ranking de violência contra a mulher.

A irmã de Emilly, Mayla Araújo, disse que ela e o pai, estavam entrando em contato com a produção do programa, pois Marcos já tinha passado dos limites. Uma amiga de infância, Dienifer Trindade, chegou a dizer que se Marcos encostar em Emilly, eles irão resolver aqui fora, e que assim que ver a amiga, dirá para ela cair fora desse relacionamento.

Muitas famosas, como Alice Wegmann, Mônica Iozzi, Juliana Alves e Valesca Popozuda, ficaram revoltadas com as brigas do casal e até postaram mensagens contra a torcida de Marcos.

A Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher (DPAM) do Rio de Janeiro está investigando o caso. #BBB Big Brother Brasil