Existem pessoas que são iluminadas nessa vida, elas são capazes de transparecer uma perfeição fora do comum. Poucas pessoas tem esse poder de invadir o imaginário de outros seres como o de Grace Kelly.

Ela se tornou a princesa de Mônaco, personalizando sua imagem irrepreensível de uma bela dama à frente do principado de Mônaco. No final da década de 1950, Grace sua promissora carreira no cinema, onde atuou em diversos filmes de sucesso, entre eles: Disque M para Matar (1954), Janela Indiscreta (1954), Ladrão de Casaca (1955) e Mogambo (1953).

Nascida na Filadélfia, Pensilvânia, Estados Unidos, era a segunda filha do casal de esportistas Jack e Margaret Kelly.

Publicidade
Publicidade

Decidiu desde criança ser atriz e bailarina, mudando-se na juventude para Nova Iorque, estudando na Academia Americana de Artes Dramáticas.

Aos 22 anos, estreou nas telas com o filme Horas Intermináveis (1951). Depois disso atuou em mais dez filmes, alguns deles com direção de Alfred Hitchcock, sendo considerada a sua musa inspiradora. Seu semblante delicado e a disciplina diante das câmeras a tornaram uma das maiores atrizes do cinema, ganhadora de diversos prêmios como o Oscar, Globo de Ouro, Bafta e NBR Award.

Em 1955, o príncipe Rainier Louis conhece a sua amada no Festival de Cannes, depois de uma fotografia ao seu lado, o conto de fadas começa a ser escrito. Rainier para poder salvar o Principado de Mônaco, deveria casar com uma moça de origem nobre.

Em 1956, Grace Kelly deixa os Estados Unidos e muda-se para Mônaco, levando 20 mil pessoas as ruas para saudar sua chegada.

Publicidade

No mesmo ano, a cerimônia religiosa do casamento privada para 1.100 convidados e com uma grandiosa cobertura feita pela imprensa na época.

Para o mundo, a vida de Grace e Rainier era um conto de fadas. Mas, nem tudo são flores. Por trás de todo glamour, a vida de Grace Kelly não era nada fácil, a pressão de receber um título e ter que zelar por ele, a distância do príncipe que estava sempre ocupado com os negócios da coroa. Por mais que existisse um grande amor, os conflitos eram maiores do que isso.

Com o casamento vieram os filhos Caroline, Albert e Stéphanie de Mônaco. Com o passar dos anos, a imagem intocável de Grace foi sendo deixada de lado. Ela passou a desempenhar um importante papel filantrópico na sociedade, trabalhando em prol das crianças. Após sua morte, foi criada a The Princess Grace Foundation-USA, para ajudar jovens artistas de teatro, dança e música.

Grace Kelly faleceu em 1982 devido uma acidente automobilístico. Grace tornou-se um ícone do cinema, moda e beleza. Deixando um enorme legado para outros artistas e questões diplomáticas.

Sua vida é retratada em diversas biografias e recentemente na cinebiografia Grace de Mônaco (2014), estrelado por Nicole Kidman, que não agradou a crítica. #GraceKelly #GracedeMonaco #Cultura