Os cristãos do mundo inteiro celebram hoje a #páscoa. Mas o que significa a Páscoa? A palavra Páscoa vem do hebraico pesah que traduzida para o português significa “passagem” ou “mudança”. Portanto, Páscoa não tem nada a ver com guloseimas, doces, chocolate, ovos, etc. Tudo isso é coisa do mercado. Numa sociedade capitalista, onde o consumo é a mola propulsora, os feriados religiosos tornaram-se “sagrados” para aumentar os lucros das empresas. Mas sabia que você também pode celebrar a verdadeira Páscoa? E o melhor, nem precisa morrer fisicamente falando. É só deixar os velhos hábitos para trás.

No #Brasil, quando se tem um feriado, não importa se é religioso ou civil, o povo corre para os shoppings, para os cinemas.

Publicidade
Publicidade

As praças de alimentação nunca ficam tão cheias como nessas datas. As lojas fazem de tudo para atrair os clientes. Você deve estar se perguntando: o que tem de mal nisso? Nada, não é mesmo. Afinal de contas o princípio básico da economia é a circulação do dinheiro. Na verdade, o problema é o consumo alienado. Quando a população começa a gastar por propaganda e além daquilo que ela pode. E pelo ritmo da economia brasileira, isso está acontecendo e de montão. Nunca a população brasileira esteve tão endividada como atualmente.

Como Páscoa significa “passagem” ou “mudança”, que tal o povo brasileiro começar a fazer a passagem de um consumo alienado para um consumo consciente? De um povo que leva a vida em brigas e discussões em família, para uma vida de paz e harmonia familiar? Que tal passar de uma vida de traições para uma vida de fidelidade? De um povo alienado para um povo politicamente consciente? De uma população que leva uma vida sedentária para uma vida ativa? Qual é a Páscoa que você quer que aconteça em sua vida, no país, na sociedade?

Para o Brasil, espera-se que ocorra uma Páscoa da ética. Isso é, que o país largue a corrupção e adote a ética como princípio norteador de todas as suas ações, principalmente dos agentes públicos que têm o poder de tomar decisões que afetam toda a população.

Publicidade

Depois de adotar a ética como pilar da nação, pode-se exigir paciência do povo e até uma dose de sacrífico, pois o bem-comum será uma conquista eterna e permanente. Esta seria a melhor Páscoa de todas!

A ética é uma espécie de cimento na construção da sociedade, ou seja, é a base de todos os povos. Se ela é retirada, a sociedade entra numa crise autodestrutiva e tudo o resto se desmorona. A ética pode ser comparada o que disse Jesus em Mateus 7:24-26: Quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha. Caiu à chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela não caiu, porque tinha seus alicerces na rocha.

No Antigo Testamento, a Páscoa tinha a finalidade de celebrar a passagem do Senhor Deus, que libertou o povo de Israel da escravidão do Egito. No seu aspecto histórico, a Páscoa é a festa que faz a memória da passagem de Deus no Egito para a libertação do povo. No Novo Testamento Páscoa significa a passagem da morte para a vida.

Publicidade

É a celebração da Ressurreição de Jesus de Nazaré, que havia sido morto na cruz. Enfim, é a vitória de Deus sobre tudo o que fere e mata a vida.

Seja como for, Páscoa é sempre passagem, mudança e que as mudanças ocorram em todas as direções, principalmente dos mais necessitados, dos desprotegidos, das crianças, mulheres, negros, indígenas, homossexuais. Que o povo brasileiro possa viver na concórdia, no respeito, na misericórdia, no amor verdadeiro. Enfim, que o mal não prevaleça e que a vida plena e virtuosa seja a Páscoa de todos os brasileiros. #ética