A chanceler da Alemanha, #Angela Merkel, é sem dúvidas a mulher mais poderosa do mundo atualmente, e a mainstream mídia Ocidental tentou colar o título de "IV Reich" nas mãos do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, logo no começo de sua administração, contudo conseguimos traçar semelhanças muito maiores entre a União Europeia que existe hoje e o III Reich que Adolf Hitler comandou durante a 2ª Guerra Mundial, do que entre a administração de Mr. Trump e o Império Alemão.

O IV Reich se ergue, em pleno 2017, e quem diria que o sonho de Hitler só conseguiria ser realizado mais de 70 anos depois do começo de sua invasão à França.

Publicidade
Publicidade

No domingo (7), o povo francês escolheu seu destino, escolheu o apoio incondicional à União Europeia, escolheu levantar a bandeira branca e se render à Alemanha como fez em 1940.

O ponto crucial que devemos perceber aqui é o fato da venda de Emmanuel Macron, vencedor da eleição presidencial francesa, exatamente, como a mainstream mídia Europeia conseguiu vender Macron como um "centrista" , sendo que ele é um socialista com raízes hiperburocráticas e megaatrelado à elite. A ideologia destas instituições é muito enraizada e forte, tanto que o nacionalismo que Le Pen trazia era completamente destruído e atacado todos os dias na grande imprensa.

E alguma vez os senhores(as) já se perguntaram o por que desse medo do nacionalismo? Eu já, e várias vezes. Estas instituições burocráticas e poderosas tem pavor do nacionalismo porque elas se abastecem é de grandes governos e de grandes quantidades de dinheiro, nada a ver com o interesse da população local e muitas vezes as populações nem conseguem ter o dinheiro e o poder que estas instituições tanto almejam como moeda de troca.

Publicidade

Para começar precisamos saber o porquê de a União Europeia ser tão antinacionalista. Vamos aos fatos principais sobre a União Europeia que todos precisam conhecer e saber pelo menos no que eles influenciam em nossas (isso mesmo, nossas) vidas:

I - A União Europeia começou como um bloco econômico, porém desde Churchill temos indícios de que ela poderia se transformar em um monstro incontrolável;

II - Esta união visava fortalecer os países europeus em face dos obstáculos que viriam com o futuro, uma das causas da criação do euro, a moeda do bloco. Contudo hoje, o euro não passa de uma arma política e econômica que tem como objetivo apenas fortalecer a Bolsa de Frankfurt, na Alemanha, com infinitas regulações e burocracia;

III - Sendo deturpada toda a inicial ideia da criação do bloco, começa a infinidade de problemas e leis completamente incompatíveis com todos os países do bloco em si. Por exemplo, muitas vezes uma lei que passa para a França não tem a mesma aplicação ou resultados na Espanha ou outros países;

IV - Depois de ter virado um verdadeiro Frankenstein, ela já pode abusar de tudo e todos (principalmente do cidadão pagador de impostos) que não tem força política nem influência imensa para exercer e poder combater tais medidas burocráticas, criadas por pessoas que nem sequer foram eleitas pelo povo europeu.

Publicidade

São agentes de infinitas Comissões que criam as mais diversas leis para países que nunca puseram o pé e nem conhecem seu povo e suas necessidades, apenas legislam indiscriminadamente como se fosse um país só, um Grande Império Alemão, ou seja o IV Reich;

V - Tudo acima não descreve 0,5% dos problemas causados por essa União. Vou começar a elencar os grande pontos atuais que vejo como imensas barreiras para o Oeste como a supressão da liberdade de expressão (na realidade, nunca existiu a 1ª emenda americana no continente, porém hoje a União processa quem fala mal do Islã pelo Facebook, isso mesmo, por causa de "Hate speech" enquanto os países do bloco têm estupro em massa de suas mulheres e nada fazem em relação a isso), como a restrição de armas de fogo para o cidadão de bem (sim, já era ruim agora piorou e muito mais, este ano foram confiscadas novamente mais armas de fogo dos cidadão europeus, e tudo comandado por quem? Adolf Merkel obviamente), como a inacabável crise migratória proporcionada pela Sra. Merkel que, em 2015 disse que receberia todos os imigrantes que chegassem ao bloco e mais, daria a eles o estado de bem-estar Social que move a União (Welfare State), além do fato de que a grande maioria destes burocratas nem vivem perto destas zonas tomadas por imigrantes, ou seja, não se importam realmente com os problemas causados por essa políticas e nem tem contato com o choque cultural que já foi causado (isso tudo sem falar no "Bolsa-Refugiado" que existe lá, ou seja, novamente dinheiro do contribuinte indo literalmente para o ralo, enquanto a França não consegue pagar a aposentadoria do seu povo);

VI - Não bastasse todos os problemas que estão visíveis à luz do Sol diariamente, a União, que foi a causadora de todos estes problemas, se recusa a enfrentá-los de maneira correta, nunca diz que a culpa foi dela e ainda pune e sanciona os países do próprio bloco quando não cumprem estritamente com as ordens de Bruxelas. Por exemplo, num artigo do "Zero Edge" deste ano dizia que a União Europeia estava processando os países que não conseguiam receber mais refugiados, milhões de euros de multa para a França e muitos outros membros da União (observação importante, cinco milhões de refugiados só em 2016 e isso não é o suficiente, sendo que nem 1% de todos estes refugiados arrumaram um emprego, precisam de mais e mais pessoas do 3º Mundo que desprezam a nossa cultura e as nossa leis);

VII - Além disso, o autoritarismo de Bruxelas fica evidente no Brexit, conseguimos observar que Bruxelas está disposta a deixar o Reino Unido sem nada, sem nenhum acordo mínimo bilateral entre o Reino e a União, nem se fosse uma troca comercial que favorecesse a relação futura entre o bloco e o Reino, não, eles não vão aceitar nada, um sinal de autoritarismo absoluto;

VIII - Como se não fosse suficiente, a UE também pediu para ter um exército próprio, uma força militar própria aonde Bruxelas iria comandar esta força e não precisaria da aprovação de todos os países membros, fazendo assim ser mais fácil para Bruxelas comandar suas tropas indiscriminadamente e sem a regulação de ninguém. Além de ter pedido para o Reino Unido e a França dar seu arsenal nuclear nas mãos dos burocratas de Bruxelas, realmente um pedido pavoroso!;

IX - A UE também luta pela dissolução completa das nações. Ela diz claramente que os países vão deixar de existir e que todos os europeus são um povo só, multicultural, e não precisam preservar a própria cultura pois o multiculturalismo tomaria conta dela;

X - Com o possível "Frexit" de Le Pen a União tremeu, por isso investiu bilhões e bilhões de euros na propaganda anti-Le Pen e colocou como um "outsider" uma das pessoas mais elitistas e pró-estabilishment que a França [e o mundo] já viu;

XI - Se o Frexit acontecesse, seria sem sombra de dúvidas o fim desta União criminosa, que apenas destrói os alicerces da civilização ocidental e advoga por fronteiras abertas, controle de armas e supressão da liberdade de expressão;

XII - Sempre que você falar de União Europeia ou pesquisar vai perceber que a retórica dos burocratas é "temos que competir com China, a China vai suprimir a Europa e os países sozinhos, a China e a Rússia são as maiores ameaças para a Europa e bla bla bla...". Tudo uma mentira deslavada para pregar ainda mais "união", nunca seria este o fator principal para os problemas que a Europa enfrenta hoje e enfrentará no futuro.

A França escolheu Macron o homem que disse "não existe uma cultura francesa", como seu presidente. Ele era abertamente pró-UE e deixou muito claro durante a campanha que continuaria com a mesma política falha que trouxe mais de 21 ataques jihadistas depois de Charlie Hebdo.

O povo francês se rendeu à Alemanha mais uma vez, 70 anos depois do começo da invasão Germânica na França, Angela Merkel consegue consolidar o sonho dos nazistas de construir o 4º Império Alemão, mais conhecido como o IV Reich.

No fim, todos dizem: "Heil Merkel!, Heil mein Führer!"

Observação final: Qualquer semelhança com algum projeto de lei aqui do Brasil (Lei de Migração do "ex-guerrilheiro" Aloysio Nunes Ferreira) é mera coincidência!?!? #EuropeanUnion