Se você candidatou-se para um novo #Emprego pelo Linkedin recentemente, você já deve ter percebido a opção de enviar o seu perfil em vez de carregar um currículo tradicional.

Embora isso possa parecer um sinal de que o mundo da contratação está dando um passo grande perante o currículo tradicional, você precisa e deve pensar antes de excluir o seu tradicional arquivo de currículo.

O #Linkedin pode ser uma ótima maneira de compartilhar os seus conhecimentos, expandir a sua rede e melhorar a sua carreira, mas isto não significa que seja um substituto absoluto do currículo tradicional, traçado e conhecido por anos como sendo o adequado.

Publicidade
Publicidade

Há muitas coisas que o seu perfil no Linkedin pode fazer que o seu currículo tradicional não pode, e vice-versa. Em vez de olhar para o Linkedin como um substituto, você deve olhar para eles como complementares.

Mas qual é a melhor maneira de escrever o seu currículo e perfil do Linkedin para que eles complementem um ao outro?

Vamos dar uma olhada em algumas das principais diferenças e semelhanças entre o seu perfil do LinkedIn e o seu currículo.

Incluindo uma Imagem:

Algumas pessoas optam por incluir uma imagem profissional em seu currículo como um caminho para a sua contratação, sendo um rosto mais uma informação disponível. Enquanto você não precisa adicionar a sua imagem no seu currículo, você definitivamente vai querer ter uma imagem profissional em seu perfil do LinkedIn.

Já que ele tem um espaço específico para uma imagem, então não deixe uma foto cinza que pode parecer pouco profissional.

Publicidade

Isto não só tornará o seu perfil com um olhar incompleto e superficial perante todos, como também pode tornar difícil para um gerente de contratação realmente compreender a pessoa por trás da página. Dica: Use uma imagem de alta qualidade.

Resumos profissionais:

Um resumo profissional é um pequeno parágrafo que explica as suas realizações e objetivos de carreira. Enquanto muitas pessoas optam por colocar um resumo profissional em seu currículo, outros não.

Mas, assim como as imagens, o seu resumo profissional precisa ser destaque no seu perfil do Linkedin.

Em seu perfil, o seu resumo profissional não muda dependendo de quem está visitando seu perfil. Isso significa que ele precisa ser completo e descritivo, mas não tão específico, para que não afaste determinados visitantes.

Se você optar por possuir um resumo profissional em seu currículo, ele deve mudar, dependendo do trabalho que você está se candidatando.

Palavras-chave:

Palavras-chave são importantes para ambos: currículos e perfis do Linkedin, mas de maneiras diferentes.

Publicidade

Em seu currículo, usando as palavras corretas, poderá ajudá-lo a ser encontrado em uma triagem mais filtrada. Em seu perfil do Linkedin, você precisa pensar em palavras-chaves com termos de como seria ou você esperaria ser encontrado por um motor de busca.

Enquanto o LinkedIn é frequentemente usado como uma ferramenta de network, ele ainda é um site de mídia social

Você precisa ser mais profissional, do que você possa ser no seu Twitter pessoal ou Facebook, então veja sempre o seu perfil Linkedin como uma ferramenta de network. Isto significa que você pode ter mais conversações em seu perfil do Linkedin do que pelo seu currículo.

Você quer que seu currículo e perfil do Linkedin sejam sentidos como escritos pela mesma pessoa, mas estes materiais têm finalidades diferentes. O tom do seu currículo deve ser formal e orientado para a ação. Você enviou seu currículo para a finalidade de receber o emprego, assim que você deve ser o mais profissional possível e resumir bem as suas habilidades.

No Linkedin, você pode fazer o mesmo - mas a sua voz precisa estar mais presente e bem-apessoada ao descrever o que você realizou.

Descrições e detalhes:

A menos que você esteja se candidatando a um nível superior ou posição extremamente detalhada, o seu currículo deve conter apenas uma página. Isso significa que você precisa manter as informações sobre sua experiência de trabalho curtas e ir direto ao ponto. Os leitores devem ser capazes de olharem para o seu currículo e obter uma ideia clara de qual valor que você pode trazer para a posição solicitada.

Por outro lado, o seu perfil no Linkedin permite mais espaço. Você não precisa limitar o seu perfil em alguns pontos ou com frases curtas. Você precisa ser capaz de elaborar bem sobre os seus deveres em posições passadas, e incluir mais detalhes sobre suas habilidades e experiência.

Referências:

No LinkedIn, suas referências podem ser endossadas por habilidades específicas e até mesmo com uma recomendação de trabalho feita por um ex-colega. Isso permite que qualquer visitante de seu perfil - incluindo os recrutadores - tenham acesso a essas referências, que são constantes, não importa quem ou como estão visitando seu perfil.

Referências normalmente não fazem parte do seu currículo tradicional. Será provável que o contratante perguntará sobre alguma referência, se você chegar a um certo ponto da entrevista, mas eles normalmente vão entrar em contato com as referências que você forneceu por conta própria.

Seu currículo e seu perfil do Linkedin não devem competir uns com os outros. Em vez disso, eles devem trabalhar em conjunto para fornecer a mais forte imagem profissional. Quando você entender as diferenças e semelhanças entre eles, você poderá desenvolver versões mais fortes de cada um para ajudá-lo a conseguir o emprego dos seus sonhos. #curriculum