A crise continua terrível e não dá sinais de que vá arrefecer a médio prazo. Nesse cenário, empregos e profissões tradicionais não estão garantidos e, seja para quem ainda está contratado seja para quem já foi dispensado, uma palavra que deve ser levada em conta é reinventar. A crise econômica gera certa ansiedade sobre o futuro. Se o mercado profissional não está favorável, o jeito é traçar novos horizontes e descobrir outras formas de fazer #Dinheiro. A crise econômica é uma atual ou potencial ameaça para você? É hora de ser mais versátil e criativo. Algumas pessoas de fato só se reinventam quando as coisas se complicam e a mudança dos hábitos, o controle de despesas, o corte de gastos, se impõem.

Publicidade
Publicidade

Para quem não se conforma, todavia, há muitas oportunidades: ocupações autônomas, atividades #freelance (sem vínculo empregatício) e trabalhos mais esporádicos, os chamados jobs.

Novas profissões à vista

1 - Vire um Youtuber: compartilhar vídeos no Youtube já não é novidade, mas o crescente número de pessoas que tem feito disso uma profissão, sim. Há exemplos famosos, como o da Nathália Arcuri, que tinha carreira sólida de jornalista na tv Record e abandonou tudo para se dedicar aos seus projetos paralelos como educadora financeira, na internet. São mesmo as pessoas comuns que estão reconhecendo e usando seus talentos para ensinar, aconselhar ou vender algo no mundo virtual, e estão se dando muito bem. Se você quer fazer parte desse mundo de comunicadores, no Youtube mesmo há quem ensine todo o processo.

Publicidade

Então, pense em algo que você domina ou leva jeito em fazer (palestras, consultoria, aulas), se prepare adequadamente e mostre para o mundo.

2 - Escreva um blog: exibir o rosto e interagir com uma câmera não é com você? Tente escrever um blog. Um blog bem montado, voltado para uma área específica (nicho) do seu interesse, e que ajude as pessoas de algum modo, pode bem ser sua próxima fonte de renda. O segredo, como em tudo na vida, é disciplina, dedicação e muito estudo. Há muitos tutoriais de como começar um blog do zero e pouco a pouco ir sofisticando a ferramenta para fazer dinheiro com ela. Os blogueiros foram os primeiros influenciadores que surgiram na internet, e essa função só se expandiu e melhorou ao longo dos anos. Agora, os blogs são altamente profissionais e funcionam como a versão escrita e estendida do material de muitos "vlogueiros" (gravadores de vídeos como a Nathália Arcuri).

3 - Escreva para web: gostar e saber escrever bem é o primeiro passo para se tornar um produtor de conteúdo digital.

Publicidade

Contudo, essa função exige conhecimento de #Marketing de conteúdo, SEO e outras estratégias que ajudam a promover os textos produzidos (há cursos gratuitos online). Muitas empresas, físicas ou digitais, buscam esse tipo de profissional para escrever em seus sites e fanpages. Quem sabe inglês já sai na frente pois a maioria do material sobre o tema está nesse idioma. Não seria essa uma oportunidade para você?

4 - Seja analista de Mídias Sociais: se você gosta de navegar e conhece razoavelmente as redes sociais, já deve ter uma bela noção de como as pessoas se comunicam nesses ambientes. Há empresas que buscam e valorizam quem entende a linguagem digital e conhece estratégias que facilitam a comunicação da sua marca com o seu público-alvo. Dominar técnicas de marketing digital, e outras ferramentas relacionadas, além de saber lidar com perfil de cada rede social e de seus usuários, é indispensável para se destacar nessa área. O melhor é que se pode fazer tudo a partir de casa, no estilo home-office.

5 - Auxiliador de atividades diárias: fazer compras, lavar, passar, tarefas tão essenciais e que muita gente não tem tempo mais para realizar. São exemplos de jobs que dão dinheiro. Você gosta de cães e tem espaço em casa? Sabia que é possível ganhar para cuidar de animais de estimação enquanto os donos viajam? "Isso porque as pessoas não querem mais deixar seus pets em hotéis ou pet shops enquanto viajam, elas preferem hospedá-los na casa de alguém, algum lugar que tenha realmente cara de lar e que ofereça cuidados e também carinho para os bichinhos. Sites como o Dog Hero ajudam você a divulgar este tipo de serviço como cuidador!", explica a jornalista e escritora freelance Luciana Costa.

6 - Faça artesanato ou reciclagem: mais do que nunca, as habilidades manuais estão em alta. Produzir e vender lembrancinhas para festas infantis, reciclar materiais e transformar em móveis, via DIY (Do it Yourself - Faça você mesmo), tem ganhado cada vez mais adeptos. Como ninguém quer gastar muito, a reciclagem de materiais aproveita tudo o que antes ia para o lixo. Por exemplo, cada vez mais gente tem decorado ou redecorado a casa toda usando apenas caixotes de madeira, desses que se pega na feira. Mais uma vez a internet pode ser de grande ajuda: fotografe ou filme os seus trabalhos, crie uma loja virtual e aumente as suas chances de venda.

Nessa crise econômica, certamente, o maior desafio de todos é saber reagir adequadamente, criar soluções e ver a situação como uma oportunidade para se aventurar em águas desconhecidas.

O desenvolvimento de atividades diferentes num momento como esse, a longo prazo pode resultar numa definitiva mudança de rumo profissional. No fim das contas, somente os que tiverem ousado se reinventar serão mais ricos. E não somente em experiência.