Putin sobre a demissão de Comey: "Não temos nada a ver com isso".

Em uniforme de Hóquei, Putin diz para jornalista da CBS "Suas perguntas são engraçadas. Não fiquem bravos comigo. Nós não temos nada a ver com isso."

Durante uma partida de hóquei beneficente, o presidente russo Vladimir Putin foi entrevistado pela jornalista da CBS News, Elizabeth Palmer, e quis deixar claro que não teve influência nenhuma na demissão do ex-diretor do FBI James Comey. Também disse que a decisão de Trump não terá efeito nenhum nas relações EUA-Rússia, e que a demissão do diretor do FBI está entre as competências do presidente americano: "Trump está agindo nos limites de sua competência, de acordo com a suas Leis e com a Constituição norte-americana."

O líder russo ainda indagou: "Por que sempre a Rússia? Por que sempre nós?" Esta foi a primeira chance que uma repórter da mídia ocidental teve, até agora, de chegar tão próxima de Putin.

Publicidade
Publicidade

Em seguida ele disse para a repórter: "Veja, eu vou jogar uma partida de hóquei com alguns fãs do esporte, e eu te convido para participar também."

A vice-secretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, disse que a decisão de demitir James Comey aconteceu por conta de uma "erosão na confiança de sua reputação e trabalho", na época em que ele conduzia as investigações sobre os e-mails de Hillary Clinton. "Ele não estava fazendo um bom trabalho." disse Donald Trump na Casa Branca, quarta-feira. O presidente norte americano demitiu James Comey na terça-feira (09/05) alegando que a confiança depositada no servidor como diretor do FBI, tinha acabado, principalmente por sua negligência nas investigações sobre os e-mails da então Secretária de Estado Hillary Rodham Clinton. Também complementou dizendo que esta demissão não teve relação nenhuma com uma possível investigação da administração Trump em colusão com o governo Russo, e que até agora nenhuma irregularidade foi encontrada na campanha presidencial e nem na equipe de transição de Donald Trump.

Publicidade

Para finalizar, Putin disse que este é um problema exclusivo dos americanos, a Rússia não poderia interferir em uma decisão dessa e nem gostaria, além de estar dentro das competências do presidente, estipuladas pela Constituição dos Estados Unidos. #Vladimir Putin