O ex-#Ministro Joaquim Barbosa usou o termo "golpe de estado #Tabajara", para se referir ao famigerado impedimento da presidente Dilma. Este título remete a um quadro humorístico da televisão, onde a empresa Tabajara, anunciava coisas de uso e eficácia duvidosa, o ministro Gilmar Mendes também se utiliza da palavra, e faz o mesmo paralelo com a expressão, se referindo ao Brasil de hoje em relação a conjuntura política do país. Diz também, que não houve convulsões sociais e dà graças a Deus por isto.

Na história das nações as mudanças são frutos de significantes convulsões, temos miríades de exemplos, e sem a luta contra a ordem estabelecida à priori, não se avança, nem se galga melhores condições de viver.

Publicidade
Publicidade

A guerra civil como uma forma de mudança brusca se faz uma tenebrosa ameaça, que deve ser evitada a todo custo, mas já por ela passaram diversas nações, foram palco de um rio de sangue e hoje comandam a economia mundial.

O filósofo e jurista Norberto Bobbio, quando esclarece a diferença entre o poder constituído e o constituinte, deixa evidente que, uma vontade está no povo, e outra no papel. O poder constituído é a vontade do povo, o poder constituinte vai sendo escrito nas leis pelo parlamento. Mas o mundo continua a girar e a humanidade a evoluir, sendo necessário e imprescindível um ajuste periódico da lei, sob o risco de ficarmos na lama do passado.

Os eventos naturais, tanto mínimos quanto gigantescos desabrocham em fatos traumáticos, ou na colisão de astros celestes, aí então dando lugar a novas coisas.

Publicidade

Mudanças importantes acontecerão no Brasil, a nação é imensa, e penso que tem grande influência no mundo. As coisas políticas aqui, não acontecem por acaso, ao Deus dará, muitos interesses estarão envolvidos, porém, a vontade do povo, o poder constituinte, prevalecerá de uma forma ou de outra, é questão de tempo.

O Brasil é pouco conhecido pelos brasileiros, tem uma economia imensa, não é definitivamente uma organização tabajara, quem tem essa ideia, possivelmente, não conhece essa nação e sua história, ou não tem consciência da dimensão do seu povo.

As revoltas populares no Brasil foram de uma violência assustadora, diga-se de passagem, a Revolução de Canudos, a Guerra do Contestado, a Revolução Farroupilha duram nos e ceifaram milhares de vidas. O golpe de 1964 da mesma forma resultou em sangue derramado e durou vinte anos.

É desanimador ouvir um ministro da área da justiça, produzir um comentário tão superficial. A superfície serve para outras coisas. #Justiça