O vídeo gravado pelo juiz Sergio Moro para sua rede social e amplamente divulgado pela Rede Globo, tanto no programa Fantástico quando em seus jornais matutinos, comprova mais uma vez a intenção de controle toda e qualquer livre manifestação democrática.

Ao mascarar sua fala, dizendo que os "apoiadores da #Lava Jato" não precisariam ir a Curitiba, dando a entender que as coisas transcorrerão normalmente e que ele, juiz, não gostaria que ninguém se machucasse ao ir à capital paranaense, Sérgio Moro, na verdade, acena para com possíveis repressões por parte de seu aparato policial, o qual já está sendo organizado para o dia 10.

Publicidade
Publicidade

Como todos sabem, neste próximo dia 10 de maio, quarta feira, acontecerão os depoimentos do ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva, e seus simpatizantes já estão se organizando para um ida em massa a Curitiba, tanto para garantir apoio ao ex-presidente quanto para exigir que o processo jurídico transcorra dentro da maior lisura de justiça.

Já se sabe que foram espalhados em pontos estratégicos da capital do Paraná vários outdoors com supostas mensagens de apoio à Lava Jato de Sérgio Moro, os quais, entretanto, deixam clara a condenação antecipada do ex-presidente Lula. Fato este, aliás, que tem sido uma característica do trabalho desenvolvido por Moro desde o início.

Fosse realmente um processo transparente e sob a luz do Direito mais justo, Sérgio Moro poderia solicitar que as pessoas não fossem a Curitiba, mas também mandar que fossem retirados os painéis de propaganda que incitam a população a confrontos desnecessários com os eventuais apoiadores de Lula que irão à capital do Paraná.

Publicidade

E por último um detalhe não menos importante. Não deixa de ser sintomático que a Rede Globo de Televisão - a qual há anos vem divulgando mensagens sempre contrárias e negativas aos governos do PT e especialmente contra Lula - tenha dado espaço privilegiado para a gravação caseira que Moro divulgou.

O mesmo filme acaba de ser reapresentado no jornal que começa às 5 horas da manhã desta segunda-feira (8), demonstrando, com isso, a intenção de criar receios aos grupos que já estão preparados para se dirigir ao Paraná em apoio a Lula.

O medo sempre foi amigo da inércia e justamente ao tentar disseminar receios de que "alguém se machuque" (nas palavras de Moro), a Rede Globo vem somar seus esforços no sentido de criar medo nas pessoas que estão se mobilizando com o único objetivo de se manifestar e pressionar democraticamente. #Sergio Moro