Se alguém lhe perguntar se você é feliz sozinho, provavelmente você diria que preferia estar acompanhado. De qualquer modo, esse estilo ou momento da vida tem muitas vantagens, muitos lados positivos. Vamos conhecê-los?

Estar só pode ser muito salutar, principalmente quando percebemos que antes de querer estar com alguém, é essencial que estejamos bem acompanhados apenas de nós mesmos, ou seja, sozinho. Quando não somos capazes de inventar uma vida interessante para nós mesmos, dificilmente conseguiremos essa vida interessante do lado de outra pessoa.

A sociedade atual cobra muito que estejamos em um #Relacionamento e o bullying social começa quando dizem “tá encalhada(o)” ou “vai ficar pra titia(o)”, entretanto, não se vive apenas de relacionamentos amorosos.

Publicidade
Publicidade

Você pode ter um bom relacionamento com amigos, familiares e estar em paz consigo quando se encontra sozinho para pensar, refletir na vida e nos obstáculos que ela apresenta.

Se vemos alguém sozinho no cinema, logo deduzimos que essa pessoa está infeliz. Dedução errada e fruto da imposição social. De qualquer forma, é preciso que se saiba que estar ou ficar sozinho é um atitude perfeitamente saudável e normal.

Eis alguns benefícios de se estar sozinho:

Desenvolvimento da independência em campos diversos

Por vezes, coloca-se a #Felicidade nas mãos do outro e isso termina com o fracasso porque a única pessoa responsável pela sua felicidade é você mesmo. O outro pode até acrescentar coisas boas, dividir, mas nunca definir sua vida. Quando se está sozinho há algum tempo se desenvolve a habilidade de estar bem consigo mesmo e a de fazer coisas que o deixam feliz, mesmo que sozinho.

Publicidade

Preparo para a cumplicidade

Quando se está só, aprende-se a valorizar a cumplicidade. O compartilhar momentos bons e segurar a mão em momentos difíceis. Quem está sempre acompanhado passa, depois de algum tempo a sentir pena de si mesmo quando está sozinho e deixa de ver a beleza dos momentos a dois.

Descobrir-se

Descobrir quem é e escolher estar sozinho está longe de ser vergonhoso. É sinônimo de força. O médico psicoterapeuta Guilherme Fainberg que a melhor descoberta ao não estar junto de outra pessoa é justamente a de ver o quanto é bom estar consigo mesmo e o quando se pode ser feliz quando se resolve ser assim.

Encontro com a harmonia

Quando se está sozinho, ao som da própria voz, o indivíduo passa a entender a harmonia de estar em paz consigo depois de estabelecer um diálogo interno. É o entendimento de que tanto a harmonia como a paz, só se encontra dentro de si mesmo.

Tolerância com o próximo

Apenas uma pessoa que já manteve o diálogo interno, já se viu no espelho de contemplou suas imperfeições desenvolve tolerância com o próximo, ou seja, deixa de julgar e passa a compreender melhor que cada pessoa é um universo próprio.

Publicidade

Deixa de julgar e passa a cuidar melhor de sua vida. Empenha-se em sua felicidade e, quando possível, auxilia o outro a encontrar a sua.

Agora que você já viu alguns dos benefícios de se estar sozinho, é necessário saber o que pensa o médico e psicólogo Roberto Debksi: "Resgatar o convívio com nós mesmos é necessário para que possamos conviver bem com os outros. O que não é saudável é viver nos extremos, sempre necessitar estar com os outros ou nunca querer estar com ninguém”. #Comportamento