Para alcançar o corpo ideal, ganhar massa muscular, se olhar no espelho e ficar feliz com o que se enxerga é necessária perseverança, foco e muito esforço. Porém, muitos praticantes de #musculação querem algo rápido.

Ir à academia todos os dias, trabalhar estudar, revezar equipamentos em academias lotadas e muitas das vezes sem o auxílio de um profissional, já que ele tem que atender diversos alunos, é para muitos cansativo e complicado.

Se de um lado é extremamente exaustivo conquistar o corpo ideal, de outro é muito fácil obter os resultados sonhados com os famosos #anabolizantes, que popularmente são conhecidos como ''bombas'' e geralmente comercializados facilmente na internet dentro de grupos e fóruns.

Publicidade
Publicidade

Diante de tantas dificuldades para chegar lá, apresenta-se a oportunidade de encurtar o longo tempo rumo a um corpo bonito e invejável através dos famosos venenos conhecidos assim por adeptos da musculação. Como o nome já diz, esses tais venenos são perigosíssimos, ainda mais quando são usados de forma desgovernada visando somente os ganhos estéticos, sem nem saber quais são os efeitos colaterais, que podem ir de um simples cansaço até a morte.

Essas drogas são derivadas do hormônio testosterona, podendo acrescentar a massa muscular magra e até aumentar o desempenho em competições desportivas, que obviamente não aceitam o uso de tais substâncias, onde muitos atletas são pego, multados e, às vezes, dependendo da situação, até expulsos. Quem não se lembra do caso do Anderson Silva que foi pego no doping três semanas antes da luta contra Nick Dias e teve que ficar um ano longe do octógono e penalizado em US$ 380 mil (R$ 1,2 milhão).

Publicidade

Ao se falar em anabolizantes já nos vêm a imagem de homens e mulheres mega gigantes com corpos sarados e bonitos. Quem não tem o interesse de ter esse tal corpo? Muitos, na procura da fórmula perfeita, entram nesse mundo e começam a tomar desenfreadamente esses anabolizantes sem ao menos saber quais os reais riscos que envolvem, como a calvície, ginecomastia, tumores no fígado, acne e muitos outros.

É definitivamente perigoso recorrer a esses recursos para ter um corpo hipertrofiado, mas até onde estaria disposto a ir em busca do seu objetivo? Um ''tanquinho'' definido é mais importante que tudo? Os olhares em cima de um corpo bonito é mais importante que o bem-estar? As respostas a essas perguntas chegam a assustar, muitos estão nem aí se vão afetar a própria vida ou não.

Em meio a tudo isso, se algumas substância fossem regulamentadas para o uso dentro de uma certa segurança por atletas, desportivas e pessoas comuns, tratado tudo com muita com informação, seria, sem dúvida, o melhor caminho.

Publicidade

O governo norte-americano já lançou uma campanha para alertar os jovens sobre os perigos associados ao uso dessas substâncias após ter um aumento alarmante de pessoas, que visando um corpo aparentemente bonito, fazem o uso dessas drogas sem o mínimo pudor. No Brasil, os estudos são escassos, não existindo dados consolidados.

O uso dos anabolizantes na musculação infelizmente, é um caso real que em pouco tempo pode se tornar um caso crítico se não tratado. #testosterona