Um tatuador fez uma tatuagem na testa de um jovem de 17 anos, onde escreveu ‘sou ladrão e vacilão’. A tatuagem foi feita contra a vontade do menor de idade. O momento, que está sendo considerado como um crime de tortura, foi filmado e posteriormente divulgado nas redes sociais e logo se tornou um vídeo viral.

A tatuagem foi feita, depois de o menor de idade, supostamente, ter tentado furtar uma bicicleta.

Ao que tudo indica o jovem sofre de problemas mentais. Esse acontecimento deixou a família e os amigos do menor, que estava desaparecido e só foi encontrado após a divulgação do vídeo, muito assustados. Eles jamais imaginariam que o garoto um dia iria sofrer tamanha crueldade.

Publicidade
Publicidade

Os dois homens envolvidos neste caso foram presos e irão responder pelas acusações de tortura.

Diante de toda essa situação, uma campanha feita na internet que se encerrou no domingo, dia 11, arrecadou R$ 19.882,66. Retirando as taxas cobradas pelo site, resta o valor de R$ 18.403,17 que será entregue a família do jovem. O jovem de 17 anos mora em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo.

A vaquinha foi feita com a intenção de custear a remoção dessa tatuagem. Porém, o jovem recebeu inúmeras ofertas para que o procedimento de remoção fosse realizado de forma gratuita.

Embora várias empresas privadas tenham se prontificado a fazer o tratamento completo de forma gratuita, a Prefeitura de São Paulo se comprometeu em auxiliar o jovem e custear todo o procedimento que envolve a remoção da tatuagem.

Publicidade

A prefeitura bancará o procedimento estético e também irá custear o tratamento com a compra de remédios, se houver necessidade. O valor para remoção de tatuagem, em clínicas particulares podem ser feitos a partir de R$ 6.000,00.

Os responsáveis pela campanha da ‘vaquinha’ também se comprometeram em comprar uma nova bicicleta para Ademilson de Oliveira, 31 anos. O garoto de 17 anos foi acusado por ele de ter feito uma tentativa de furtar sua bicicleta no bairro onde mora.

Polêmica

Logo que a campanha da ‘vaquinha’ começou, um grande burburinho se espalhou por toda a internet. Pessoas que estavam contra e favor da ação começaram a comentar sobre o assunto nas redes sociais. Os que estavam contra costumavam destilar ódio em seus comentários, enquanto outros, mesmo estando contra a vaquinha, faziam comentários sensatos e não usavam tom de violência em suas frases. Embora exista muitos comentários contra essa campanha, existe também inúmeros comentários a favor dessa iniciativa.

Reviravolta

Como as clínicas particulares ofereceram tratamento gratuito e a prefeitura de São Paulo assumiu um compromisso de custear todo o procedimento, todo o dinheiro arrecadado na ‘vaquinha’ será destinado a família do jovem. #Caso de polícia #Sou ladrão e vacilão #Jovem tatuado na testa