Na era das redes sociais, temas como o #machismo e o #Racismo encontram duas vertentes muito distintas de opiniões: enquanto algumas pessoas acreditam que o preconceito e a discriminação ainda existem e impactam de forma bastante negativa na vida das mulheres, negros e outros grupos; outros acham que tais temas são tratados com exagero e vitimização, gerando o chamado ''mimimi''.

O fato é que muitos dos internautas que se identificam com o segundo grupo talvez jamais tenham passado por situações discriminatórias, argumento do qual se vale o primeiro grupo para demonstrar que, se o preconceito e a discriminação não fazem parte da sua realidade, você jamais poderá julgar com clareza como se sentem aqueles que são vítimas de exclusão social.

Publicidade
Publicidade

Baseado neste argumento, o Geledés - Instituto da Mulher Negra - reuniu algumas frases que todo negro já ouviu na vida e que, por mais inocentes que aparentem ser, são utilizadas, em geral, para mascarar atitudes racistas; confira algumas abaixo:

''Mas eu tenho amigos negros...''

Segundo o portal do Geledés, esta frase muitas vezes é utilizada para justificar atitudes racistas, como se ter um amigo negro automaticamente tornasse a pessoa livre de preconceitos, mesmo que esta mesma pessoa tenha o costume de fazer piadas com negros ou comentários de cunho discriminatório.

“Mas eu não tenho direito a minha liberdade de expressão?”

Esta frase, amplamente utilizada, tanto por figuras públicas, como o humorista Danilo Gentili, como por internautas habituados a discutir nas redes sociais, serve como uma espécie de ''pretexto'' para justificar o racismo e outros tipos de opressões, como o machismo, a homofobia, a transfobia, entre outras, segundo o Geledés.

Publicidade

Não há nada de errado com a liberdade de expressão. O problema é que, na maior parte das vezes, esta frase vem seguida de discursos de ódio. Vale lembrar o que diz a sabedoria popular: ''sua liberdade termina quando começa a liberdade do outro.''

''Também sofro racismo, me chamavam de 'palmito' na escola...''

O portal Geledés propõe que a pessoa que faz uma afirmação destas faça a si mesma os seguintes questionamentos antes de manifestar-se novamente:

Você já foi privado(a) de entrar em um ambiente por ser branco?

Ser branco já fez com que alguém questionasse suas habilidades intelectuais?

Ser branco já fez com que alguém questionasse seu caráter?

Você já foi seguido pelos seguranças em uma loja por parecer ''suspeito'', somente por ser quem você é?

Pois é, se você respondeu não a pelo menos 2 perguntas, está na hora de rever essa história de ''racismo reverso''.

''Os negros são mais racistas que os brancos...''

Esta frase geralmente é utilizada ao referir-se a um negro que está expondo uma denúncia de racismo.

Publicidade

Ao contar que entrou numa loja e foi ignorada pelas vendedoras, por exemplo, uma moça negra ouve de um terceiro que está se colocando como vítima da situação em razão de sua cor, e que provavelmente, as vendedoras não a ignoraram pelo motivo que ela imagina.

''Mas o mundo está chato, tudo agora é racismo!''

O racismo sempre esteve aí para quem quisesse ver. A diferença é que, atualmente, as pessoas se posicionam contra atitudes discriminatórias que antes eram consideradas ''piadinhas''. Se você é capaz de aceitar que o mundo mudou em tantos aspectos, por que não aceitar que este tipo de ''humor'' também não é mais aceitável?

''Mas e o dia da consciência humana?''

Novembro, o mês dedicado a consciência negra existe para celebrar a luta contra o sistema escravocrata. Neste momento, algumas pessoas questionam o porquê de uma celebração do povo preto, e iniciam discursos de igualdade superficiais sem, no entanto, jamais se questionar do porquê quase não existem negros em ambientes como a televisão ou até nas universidades.

''Mas meu tataravô era preto...''

Esta frase segue a linha do argumento ''mas eu tenho amigos pretos''. Quando uma pessoa que acaba de falar algo racista ou ter uma atitude discriminatória diz essa frase, está automaticamente tentando usar o fato de ter um parente distante negro para afastar as suspeitas de que possa ter agido de forma racista. Acontece que no Brasil quase toda a população tem pelo menos um ancestral negro, o que torna esse argumento bastante superficial.

''Somos todos (nome de uma personalidade)...''

Em movimentos como aqueles em que a internet usa a hashtag #somostodos em apoio a alguma celebridade vítima de racismo, o problema está na falta de identificação e empatia que aqueles que utilizam a hashtag muitas vezes possuem em casos de racismo que não envolvem celebridades.

Se você está do lado aquele jogador de futebol que foi hostilizado pela torcida adversária, que tal ficar do lado também de pessoas comuns que são vítimas de racismo todos os dias? #Sociedade