Tudo indica que sim! É inegável o incessante crescimento das intenções de voto do deputado federal Jari #bolsonaro (PSC-RJ) nas pesquisas. Em qualquer região do país, o nome Bolsonaro vem ganhando cada vez mais força. Há quase 30 anos na politica, o parlamentar mantém o mesmo discurso de quando começou.

Sem se corromper, o deputado não aparece em nenhuma lista de corrupção, o que corrobora para sua popularidade tão alta. Por outro lado, existem os críticos. Pessoas que afirmam que os anos políticos do Jair Bolsonaro, não resultaram em nenhum projeto.

Sem dúvida, Bolsonaro é nome forte para 2018. Mas, não podemos atrelar todos os méritos ao deputado.

Publicidade
Publicidade

Boa parte de sua força politica resulta da insatisfação da população com a classe politica geral. Sejam os "coxinhas" ou os "mortadelas", muita gente cansou.

Aí sim por seus méritos, aparece quase como único candidato viável para as próximas eleições presidenciais. Mas será que apenas a honestidade pode ser usada como base politica? Na verdade essa pergunta assusta um pouco. Se o parlamentar é visto como honesto, isso é maravilhoso.

Mas se isso está sendo usado como campanha politica, isso mostra o lamaçal moral que nossa politica atravessa. Obviamente não se pode votar em alguém apenas por se "apenas honesto". Mas também não podemos ignorá-lo. E o que devemos fazer então? Nos questionar! Será que o Jair Bolsonaro realmente é honesto? Será que realmente é o único honesto? Lula é inocente? A esquerda deve continuar no poder? Existem outras opções?

Se questione! Mudar de opinião não é errado, errado é não mudar apenas por hipocrisia moral.

Publicidade

Posicionamento Político

A família Bolsonaro representa a direita #Conservadora. Esse posicionamento, que estava praticamente extinto, ressurgiu com força. No Brasil criou-se uma ideia de que a direita fazia oposição ao governo PT. Mas, no meu ponto de vista, o PMDB era o máximo de direita que era "permitida" nesse país. O que não o torna de direita em essência.

Eis que surge o Bolsonaro. Com uma postura mais agressiva, desbocada, Bolsonaro ganhou notoriedade em brigas por seus ideais. Seja na castração química, seja para barrar a cartilha LGBT nas escolas ou até mesmo na defesa das forças armadas.

Em um país devastado pelo crime, drogas e sem padrões éticos e morais, seu discurso ganha muito mais força. Também não acredito que seja discurso de ódio, vejo como uma solução desesperada para um país desesperado por mudanças.

Possíveis adversários

Mesmo desgastado com tantos escândalos, o PT parece ter uma boa base eleitoral. A figura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva parece mesmo atrair uma legião de seguidores.

Publicidade

Se sua candidatura não for impugnada, Lula e Bolsonaro serão os grandes nomes das #Eleições 2018.

Surgindo como um nome alternativo e menos desgastado, há João Doria, prefeito de São Paulo. Figura que faz duras criticas ao PT e seus integrantes, mas que não faz parte da direita. Há também os velhos nomes de Marina Silva, Ciro Gomes e Levy Fidelix. É muito prematuro fazer alguma análise ou previsão, mas que o Jair Bolsonaro cravou seu nome e suas ideias, disso não tenham dúvida.