Um grupo de evangélicos que frequentam uma Igreja por nome de Assembleia de Deus ministério em Santo André resolveu criar uma campanha contra o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes e o projeto foi fundado em Abril de 2013.

Os jovens relatam que quando a semana da evangelização mundial estava perto, eles sentiram o desejo de fazer algo diferente para ajudar o próximo ao mesmo tempo em que evangelizavam. Ao conversarem sobre o assunto, a psicóloga e educadora Ruth Lemos falou sobre seu desejo de trabalhar com o tema abuso infantil e então ela, juntamente com o administrador Renato Vieira e a missionária Suzi Silva, montaram o projeto chamado "Quem cala consente".

Publicidade
Publicidade

Através deste projeto, os jovens já fizeram Pit Stop com faixas no farol em diversas partes da cidade de Santo André, que fica localizada no ABC Paulista. Além disto, também realizaram manifestações no centro da cidade com Flash Mob, teatro, dança e apresentação de circo.

Eles também já foram em escolas públicas da cidade para apresentar vídeo interativo, alertar as crianças para que elas aprendam a se defender e aproveitaram o momento para também alegra-las e distraí-las fazendo divertidas apresentações com palhaços.

Um dos líderes do projeto, conhecido como Giva Leite, relata que além das manifestações feitas em Santo André e região, eles também fazem alertas sobre o assunto através das redes sociais.

Apesar deste tipo de campanha ser pouco divulgada pela grande mídia, o Brasil tem as maiores taxas de maus-tratos contra crianças e é recebido cerca de 50 denúncias de #Violência sexual infantil por dia que equivale a quase 3 denúncias por hora.

Publicidade

Este é um número muito alto e, infelizmente, os pais e as crianças ainda tem muita pouca informação de como se defender e se proteger contra o abuso e a exploração sexual infantil. Infelizmente, em apenas 6% dos casos no mundo de violência sexual contra a crianças, o agressor é devidamente punido e 71% dos casos acontece dentro da família.

O projeto "Quem cala consente" visa encorajar as pessoas a denunciar e também aconselhar e informar sobre o assunto, para que este mal seja prevenido é combatido. Com isto, a pureza e inocência de nossas crianças poderão ser mantidas.

Aproveitando o assunto da matéria, caso você saiba ou desconfie que uma criança está sendo abusada ou explorada sexualmente, basta pegar o telefone, discar 100 e realizar a sua denúncia. Ajude a proteger as crianças! #Abuso Sexual #Infância