Certa vez me perguntaram o que as mulheres, afinal, gostavam nos homens. As pessoas estão muito acostumadas a ouvir certas fórmulas de “caráter, parte física e bom humor” e acabam levando isso um tanto para o geral, mas vamos falar aqui o que realmente pode fazer diferença em um #Relacionamento e o que de fato nós acabamos buscando e nos atraindo? Pois bem.

O que quase nunca se fala, mas o que a mulher realmente busca é um cara que converse com ela e esteja interessado no que tem a dizer. É muito comum observar aquele certo TOC (transtorno compulsivo obsessivo) de que na relação primeiro você precisa ouvir o outro, com o fingido interesse, para então se encontrar a válvula e o momento certo para o outro te dizer “manda uma foto” ou “então, quando é que a gente vai sair?”.

Publicidade
Publicidade

Particularmente dizendo, sempre observei que abordagens assim, mais diretas e principalmente em início de um possível relacionamento, costumam assustar, até porque o ato de “sair com alguém” e tirar foto para alguém são coisas naturais, mas que surgem naturalmente e não são forçadas.

É engraçado, mas parece que as mulheres costumam seguir um roteiro de parceiros que vão se relacionando ao longo da vida. Eles podem ser diferentes em aspectos de beleza, mas sempre vai ter algo em comum com os demais e, de fato, é isso o que nós realmente buscamos quase que inconscientemente.

Algumas vão buscar a conversa, e aquela conversa que não fluía apenas pelo interesse de homem e mulher, mas sim por gostarem de conversar. Quando os pedidos para sair surgirem, serão naturais, assim como as fotos.

O mais “fofo” em um cara é quando ele compartilha o que ele tá fazendo porque faz a gente acreditar que ele lembrou de nós e desejou que estivéssemos ali.

Publicidade

E, claro, isso sem ter a necessidade de saber o que a gente está fazendo, sem a cobrança, sabe? Isso é ser encantador.

Um outro aspecto importante, mas que deve ser tocado sempre que puderem quando esse tipo de assunto estiver em alta é o ponto da privacidade. As mulheres estão se tornando cada vez mais independentes. Hoje é possível observar que o fato dos relacionamentos não darem certo não está mais levando as mulheres para o “poço da amargura”, mas sim tornando elas cada vez mais cientes sobre a capacidade que têm sozinhas para serem felizes. Então, se um cara escolher se juntar a ela, ele realmente vai ter que suar a camisa para se diferenciar dos outros.

Em vez de todo mundo procurar a receita do bolo para uma mulher ideal e que corresponda às expectativas, a questão é enxergar cada um com a especialidade que se merece ter e ser. Os tempos mudaram, as questões são mais rápidas e dinâmicas e, com isso, toda essa globalização veio também o desejo de mais transparência, então qual a razão de não acoplar isso nos relacionamentos?

Parece simples e é. #Literatura #Dicas