Publicidade
Publicidade

O âmago da sociedade é a família e a célula da família é o pai a mãe e filhos.

Ao longo da história, os pais sempre foram "os durões", embora muitas mães também se esforçaram para ser "duronas", e, se por um lado, isso é verdade, o contrário também é, isso por conta de vários fatores socioculturais.

Fator histórico

Desde tempos remotos, a função do homem no seio familiar era o de manter a casa (e ainda o é), a história da humanidade inteira desde o início da civilização nos mostra isso, independente da perspectiva que se tenha.

Em tempos que existiam guerras, o homem tinha de deixar sua família para entrar em campo de batalha, e a mulher cuidava do lar e filhos e mantinha as coisas arrumadas até o marido chegar...isso se chegasse vivo.

Publicidade

Com o passar do tempo a mulher teve de ser defensora também e ajudar-se umas as outras e a defender-se enquanto os maridos não estavam. Com isso, os homens adquiriram e elevaram aspectos de sua natureza: a dominação e a conquista das coisas, e a mulher o auxiliava dando o seu apoio e conselho.

Não, não estamos dizendo que a mulher não deve trabalhar nem conquistar seu espaço, mas sim que ambos saibam suas funções e aptidão clássicos de sua natureza.

Pais equilibrados geram filhos equilibrados, a ideia é que a relação dos pais sejam realmente o espelho para o crescimento saudável e feliz de seus filhos no que diz respeito à a crenças e valores que eles carregarão para o resto de suas vidas.

Cada qual com o seu papel

Ao contrário do que a sociedade contemporânea prega, a mulher, de modo geral, nunca foi e nunca será de menor importância que o homem na sociedade, mas ambos se complementam em sua natureza.

Publicidade

Muitas gente acha que a sociedade cobra muito; isso não é diferente com ninguém, na realidade só muda a intensidade da cobrança, uns são cobrados mais do que outros, e isso é resultado que depende de fatores individuais, levando em consideração tipo de família, crença, situação, idade, etc, tudo pode ser resultado individual e cultural em particular de cada família e o que se espero de certo indivíduo.

Obviamente, pelo homem ser progenitor e a mulher cuidadora e auxiliadora é que pode haver maior cobrança para ela do que para ele; no final das contas não adianta o homem querer fazer papel de mulher e a mulher papel de homem, se ambos não souberem seu papel na sociedade então haverá conflito entre ambos, seria como tentar colocar duas pilhas do mesmo lado, não funciona...

Nenhum pai ou mãe que se preze cuidou e zelou do filho e da filha para se relacionar com alguém que não tenha o que oferecer ambos tem de cumprir seus requisitos, houve um tempo por exemplo que o homem comprava o dote da filha para casar com ela, mas até que ponto isso é verdade hoje em dia e o que isso tem a ver com o título?

A reação do pai impressiona

Imagine a cena: a filha liga para o pai e o cumprimenta, e diz que o amigo quer falar com ele, e ela diz que fez uns testes de farmácia, foi na ginecologista da amiga, está #Grávida e o pai da criança é um motoboy que ganha duzentos e pouco...

Publicidade

Claro que tudo não passou de uma 'brincadeira' e pode até ser engraçado, por ter sido uma brincadeira, mas serviu para reflexão; sem generalizar e sem preconceitos, vamos pensar que o real mesmo é que cada um tem seu papel e espera-se que se cumpram para termos uma sociedade mais saudável e equilibrada.

Gostou do artigo? Você pode compartilhar, comentar e avaliar, sua opinião nos ajuda a trazer um conteúdo mais informativo e de maior qualidade. #relaçao #mulheres