Publicidade
Publicidade

Aprender a lidar com as adversidades da #vida é algo que todos queríamos dominar. Atitudes, oportunidades, conselhos, são coisas que nos transformam.

Somos orientados a seguir o padrão imposto pela sociedade, por nossos pais, amigos e até mesmo por nossos governantes. Quando decidimos ir ao encontro a nossa essência, nos tornamos parte erronia.

A aceitação da existência de pensamentos variados e de padrões mutáveis faz com que tenhamos a experiência necessária (ou grande parte dela) para que nossa evolução não fique estagnada.

Viver em um mundo, onde o comum virou vírgula e inovar é reticência de nossa trajetória, nos torna ilimitados.

Publicidade

E isso é algo que nossos antepassados não conseguiram vivenciar. Nós aprenderemos com o tempo e poderemos proporcionar essa grande conquista para o nosso futuro.

Crescemos em um determinado mundo rodeado de pessoas, regras e comportamentos que de alguma forma influenciam em nossos ideais e atitudes. Isso faz com que acreditemos que o melhor caminho seja as nossas próprias escolhas. Na observação adquirimos nossa própria personalidade, nem sempre conseguimos distinguir o certo do errado, entretanto, se aventurar e se equilibrar na busca do #amadurecimento é a conquista que todos nós buscamos.

Nossos jovens pouco crescidos e inexperientes fecham a porta de casa esperando não voltar, mas o que nos faz prontos? O conselho das pessoas mais amáveis ou o nosso próprio erro?

Creio que ninguém possa nos poupar de aborrecimentos ou perdas ao longo de nossas vidas, mas podemos sim somá-los em nossa lista de fracassos e torná-la a lista de ‘aprendizados’.

Publicidade

Seria como transformar uma lágrima em sorriso, uma palavra amarga em ternura e um soco em doces. Isso nada mais é que o amadurecimento.

As respostas que precisamos, na maioria das vezes, não vem da forma que pedimos. Por isso, a busca do nosso próprio caminho é saber ler os sinais de nossa vida, saber que nem tudo são alegrias e mais ainda. Às vezes, é preciso dar um passo para trás para que nosso próximo movimento seja um pulo para frente.

Aprendemos que o amadurecimento acontece quando nosso erro bate na porta e para solucioná-lo temos de deixar de lado parte de nós, para que o fluxo da vida siga em equilíbrio.

A partir do momento que deixamos um sonho adormecido e olhamos para frente tentando despertar outro sonho, nós, jovens de ontem, nos tornamos sólidos em ideias e fortes para decisões exatas.

O amadurecimento não deixa de ser uma batalha que nos faz perder a pedra mais preciosa. No entanto, lhe presenteia com uma pedra bruta, dizendo-lhe que podes lapidar da maneira que lhe agradar.

“Lembro-me do passado, não com melancolia ou saudade, mas com a sabedoria da maturidade que me faz projetar no presente aquilo que, sendo belo, não se perdeu.” Lya Luft

#cotidiano