Com  o desenvolvimento da tecnologia e a expansão do acesso à internet, surgem os jogos online, nos quais um grande grupo de jogadores participam do jogo ao mesmo tempo em rede, em suas casas ou até na rua.

Há tempos atrás comprava-se um celular para fazer ligações e receber chamadas, hoje é diferente, muitos usam seus aparelhos mais para jogar do que para se comunicar.

Além de outros aparelhos que são utilizados como o tablet e netbook por exemplo, muitos garotos quase não "batem mais um papo" olho no olho, eles estão se comunicando mais pelas redes do que pessoalmente, e os jogos tem tomado o tempo de muitos, principalmente adolescentes e crianças.

Publicidade
Publicidade

Os mais usados pelos adolescentes são os jogos PokerStars de futebol e Minecraft, com o segundo eles constroem casas, cidades, árvores, edifícios e muito mais. Esse jogo ajuda a despertar a criatividade de muitos. Infelizmente, há jogos de luta que podem tornar os jovens agressivos.

Mas o maior perigo nisso tudo é o vício quando muitos tornam dependentes a esses jogos, ficando compulsivos e perdendo o controle da situação.

As famílias devem estar atentas às mudanças de comportamento de seus filhos, e ao baixo rendimento escolar, causado pelo envolvimento continuo com essas atividades, tornado-se muitas vezes prejudicial até para a saúde.

Concluindo, os celulares e as redes são úteis quando bem utilizados. Essas ferramentas são poderosíssimas, mas podem causar dependência e atrapalhar o aprendizado e rendimento escolar, principalmente das crianças e adolescentes.

Publicidade

O mau uso desses aparelhos tem causado transtornos para professores e pais dentro  e fora das salas de aula.