Esta teoria se baseia e é norteada pela união e fusão dos estudos das ciências em observação que ocorreram neste estudo do qual faz parte os progressos de várias áreas do conhecimento, onde esta teoria se insere e cabendo a suas variantes e aplicações do uso desta nova técnica que é derivada e unida por este estudo.

Tais observações foram modelo para esta teoria, onde as disciplinas e suas derivações se encontram na união e vistas por três prismas. Como é notado, o seu termo já descreve e o nome indica que sua composição foi o desdobramento da observação e análise de estudos de diversas áreas do saber, mas com uma finalidade: a de unir em um só estudo as técnicas em prol da criação de um novo campo do saber, que poderá resultar no desenvolvimento de técnicas e procedimentos que poderão salvar muitas vidas.

Publicidade
Publicidade

Esta fusão se faz com a intenção de formar uma nova disciplina e uma nova área do conhecimento da ciência, que inclui a fusão do estudo já existente da Bioquímica + Química Física e Tecnologia, formando um novo campo de estudo, que recebeu o nome de Bioquímicfísicteclogia, e abrange como fator principal o desenvolvimento deste novo termo do saber científico em busca de novas oportunidades e alternativas que poderão melhorar a vida das pessoas, e um aproveitamento em benefício da humanidade.

Com a finalidade de obter resultados, esta nova disciplina leva em conta as bases já estudadas e com o meio de novas técnicas, cria uma teoria e visão pela junção destes estudos e busca inovar nesta área, pois é um novo campo de estudo que não fica restrito apenas a este meio.

A formação do universo se deu com a explosão do big-bang e a partir daí houve a expansão e a criação do cosmo, e sua formação está em mudança até hoje e com o avanço das ciências a cada dia nos deparamos com novas descobertas.

Publicidade

A formação da Terra na sua forma geológica é descrita que levou milhares de anos a ser criada. Houve também o início da sua atmosfera, onde ocorreram diversos fatores para tais fenômenos e a criação da "vida" primária teve seu início na Baia de Shark no Oceano Pacífico, no continente Australiano, de onde surgiram os primeiros organismos unicelulares, as cianobactérias, numa época onde o clima era hostil para a vida.

Estes microrganismos se desenvolveram e multiplicaram-se através de uma reação química entre o ambiente interno e externo de um oceano em desenvolvimento com fatores de origem orgânicas compostas por fenômenos das leis da física, gerando dentro do oceano um caldeirão de reações, misturas, fusões e união, que gerou um ambiente propício para o surgimento desta primeira forma orgânica de vida, e que junto com a somatória destas forças e sob o efeito das ondas eletromagnéticas vindas do Sol, houve esta composição desta vida simples. Com o passar do tempo foi evoluindo e se transformou de indivíduos unicelulares para pluricelulares, que influenciaram este novo sistema vivo e que também modificaram os climas na Terra desde o seu surgimento e que até hoje regula a vida do planeta.

Publicidade

Estes seres de origem biológica e de composição simples se formaram e assim se deu início a uma evolução da vida na Terra, e com o passar do tempo essas cianobactérias com a ajuda das ondas de calor vindas do sol (ondas eletromagnéticas), passaram por várias eras-do-gelo e por períodos de seca. Com o passar das eras houve uma evolução: antes água, agora terrestre e passando por períodos de mutação, onde uma reação química que ocorreu no oceano e sob estas condições, acabaram se unindo nesta reação e assim juntas sintetizam seus elementos e formaram a atmosfera do planeta que hoje chamamos de Terra.