Aumenta a cada dia o número de pessoas que usam a internet nas redes sociais e fazendo compras online. Com isso, elas também se expõem ao risco de pessoas maliciosas.

Os Hackers e os vírus ficaram conhecidos como um ‘mal virtual’ que pode tudo, que para alguns pode até explodir um computador à distancia, queimar o HD da máquina ou roubar todo o seu conteúdo. É verdade que algumas dessas coisas eles podem fazer e estão nesse momento fazendo no mundo todo, mas o pior dos males que eles causam vai além do valor material, eles causam medo e até pânico, tirando o direito e a liberdade do indivíduo de fazer uso de um importante meio de #Comunicação. Esse mal psicológico e a dor emocional é ainda maior quando a pessoa se torna uma vítima e às vezes ficam a mercê desses vigaristas.

Segundo dados estáticos desse ano, os cinco países que mais sofrem ataques de hackers são: Estados Unidos, que estão entre os que mais sofrem ataques. Depois vem a China, a Índia e a Holanda. O Brasil está ocupando a oitava posição no ranking.

O artigo 'Internet: Como se proteger de vírus e contra ataques de hackers?' deu algumas #Dicas de como criar uma barreira para se proteger desses ataques. Agora, vamos ver configurações avançadas, que você mesmo pode configurar, basta ter um pouco de paciência e dedicar um pouco de seu tempo à sua segurança e de sua família.

Procure no seu computador o item ‘painel de controle'. Em seguida o item 'conexão de rede e internet', então em 'Conexão de rede e internet' faça uma configuração mais apropriada e segura.

  • Vá até configurar ou alterar a conexão de internet.
  • No item ‘privacidade’ leve o seletor até o ponto ‘alto’ (ou marque com o mouse).
  • Depois, vá até o item ‘avançado’ e desmarque o item 'habilitar extensões de navegações de terceiros'. (Deixe marcado caso seu computador sirva de servidor em uma LAN).
  • Em seguida, vá até ‘segurança’ e altere o nível para ‘alto’.
  • Volte ao painel de controle e procure o item: Firewall do Windows.
  • Depois no item geral, certifique-se de deixar o firewall ‘ativado’.
  • Marque também o item ‘exceções’. Assim, sempre que você acessar um site duvidoso, o Windows irá te perguntar se você autoriza o carregamento desse site. Se você tiver certeza de que esse site é seguro, então você poderá liberar o acesso.

Não deixe de manter-se atento aos aspectos básicos de segurança: não abrir e-mails e arquivos em anexo de sites desconhecidos, criar senhas de alto nível de complexidade e manter o antivírus atualizado. Seguindo esses pontos pode ser que se crie uma boa barreira contra ataques maliciosos e também com esses cuidados você se sinta um pouco mais seguro. Mas, lembre-se, como na vida real, no mundo virtual também ‘todo cuidado é pouco’!