O ano corrente está encerrando e, agora, surgem novas esperanças para o próximo ano. Novos planejamentos de vida são realizados, quer sejam voltados para o aspecto financeiro, bem-estar, estudo, profissional, familiar. As pessoas ficam comprometidas com as promessas de mudança para o ano vindouro. É preciso muita reflexão e porque não começar de imediato? Melhor não esperar o mês de dezembro. Melhor não esperar a última parcela do 13º.

É tempo de comemorar, compartilhar, confraternizar. Mas é tempo também de aplicar sua educação financeira, de se organizar financeiramente para não ficar ou aumentar o negativo.

Para quem está munido de dispositivos eletrônicos ou móveis, vários aplicativos estão disponíveis para controlar as finanças.

Publicidade
Publicidade

Existem alguns com entradas manuais e outros que extraem as informações das instituições financeiras. O importante é que o usuário tenha certeza se o aplicativo contempla requisitos de segurança. Mas, ao entrar nas lojas virtuais, tenha muito cuidado com as tentações das promoções instantâneas. Principalmente para quem vive conectado, é uma tendência receber a todo momento ofertas ativas.

Ao parar em frente a uma loja ou entrar em um shopping, provavelmente receberá mensagens sobre promoções e, coincidentemente, vai de encontro à sua lista de desejos. Como será que adivinharam? Esta é a grande vantagem de quem conta com as tecnologias atuais. Para quem procura conhecer o perfil do consumidor. Estamos em plena era da revolução tecnológica voltada para o consumo de mercado. Vivemos em uma realidade da Internet das Coisas ou, em inglês, Internet of Things (IoT), aplicações alimentadas por uma vasta rede de milhares de sensores embarcados e dispositivos conectados.

Publicidade

Ao se deparar com essas tentações, muita atenção e procure praticar algumas perguntas básicas, como: 1. Eu posso? 2. Eu preciso? 3. Tem que ser já? Assim, pode-se proteger da facilidade existente de uma aquisição instantânea, uma vez que apresenta interação forte entre o vendedor e as financeiras (bancos, empresas de cartão ou intermediadoras de meios de pagamento).

Por ora, segue os desejos antecipados de um final de ano embasado em moderação e um próximo ano de muitas oportunidades, resultados positivos para os planejamentos realizados e surpresas agradáveis. #Natal