Especialistas em tecnologia, robótica e nano tecnologia são quase unânimes quando dizem que estamos entrando no que chamamos a era da transcendência, quer dizer que estaremos cada vez mais conectados e por algumas vezes estaremos vivendo em realidades virtuais cada vez mais complexas e verdadeiras. Especula-se que em 2025 teremos os primeiros computadores com inteligência virtual ativos em plena operação, algo que levanta extremas discussões entre doutores e especialistas nessa área.

Inteligência Artificial

Elon Musk, empresário responsável pela estruturação de empresas como Paypal, SpaceX, e Tesla Motors, falando em um simpósio de comemoração ao centenário do MIT (Massachusetts Institute of Technology), disse que é preciso ter muito cuidado com a inteligência artificial.

Publicidade
Publicidade

Elon ainda afirmou que será necessária uma regulamentação, talvez em nível nacional ou internacional para que não se faça algo muito estúpido.

A preocupação de Elon Musk com a inteligência artificial é tão grande que junto com outros sócios e acionistas, dentre eles Mark Zuckerberg e Ashton Kutcher, criaram a Vicarius, empresa que planeja construir um computador que possa pensar de forma semelhante a um humano, com uma rede neural capaz de replicar parte do cérebro que controla a visão, os movimentos do corpo e a linguagem. A intenção é controlar robôs para futuras operações no planeta Marte, um dos projetos de sua empresa SpaceX.

Dias de um futuro distante

O maior medo ou receio dos estudiosos e especialistas no assunto é: até que ponto a inteligência artificial poderá ser totalmente independente? Medo totalmente plausível, tente imaginar uma inteligência própria cuidando de todo um sistema financeiro, tomando decisões próprias, acima de qualquer governo, sistemas de segurança nacional? Nesse momento pensamos na Skynet, o computador no filme o Exterminador do Futuro, uma inteligência artificial que vê na humanidade uma ameaça e tenta exterminá-la, o HAL 9000 de 2001- Uma Odisseia no espaço, que assume o controle de uma nave espacial.

Publicidade

Ficção? Sim, mas está cada vez mais próximo de se tornar uma realidade. #Inovação