Diferente do que muitos pensam, estar seguro na internet é possível e ninguém precisa ser um expert no assunto para conseguir uma boa segurança para si e para seus parentes e amigos. Pense na internet como a sua casa. Ela está no meio de uma comunidade, e para você ter certa tranquilidade você a protege com um muro, portões com cadeado, portas e janelas com grade. Alguns ainda aumentam esse nível de segurança. Como? Colocando cerca-elétrica, cães, alarme, câmeras, etc. Na internet também é assim, você está no meio de uma 'grande comunidade', e você decide quem vai entrar em sua "casa" ou ter acesso a seu ambiente virtual ou também a sua máquina ou computador pessoal.

Publicidade
Publicidade

  • Crie seus paredões. Mantenha seu antivírus atualizado. Pessoas maliciosas criam programas conhecidos como 'cavalo de Troia' para ter acesso ao seu computador e pegar suas senhas de cartões, seus dados pessoais, e até materiais íntimos como fotos e textos pessoais. Crie senhas de segurança. Um recurso de segurança, que é até pouco usado, é criar usuários com senhas; mesmo que o usuário seja só você, isso irá criar mais uma grande barreira para o intruso.
  • Crie Cercas Elétricas. Vá ao item painel de controle e acesse 'Central de Segurança', ative seu Firewall e as 'Atualizações automáticas' e 'Proteção contra Vírus'. Fazendo isso você permitirá que o próprio recurso de proteção do sistema operacional de sua máquina lhe dê um suporte de segurança.

Depois de fazer isso, só você pode abrir o portão para o intruso entrar.

Publicidade

Mas, infelizmente isso tem acontecido com os descuidados e os menos atentos; tem aumentado esse tipo de violação e roubo pela internet, como mostra a pesquisa da Serasa Experian. A cada 15 segundos acontece no Brasil uma tentativa de roubo de dados pessoais. Por isso, bancos e operadoras de cartões de crédito estão investindo pesado em segurança. Como todo cuidado é pouco, os clientes também devem ficar atentos ao fazer compras ou acessar os bancos pela internet.

Nesse caso, cuidado com onde você "pisa" ou navega, senão você pode estar dando as chaves de sua "casa" para o bandido. Acesse sites confiáveis e ao fazer compras certifique-se sempre de que aquela homepage é segura. Um item que deve ser observado é o 'cadeado de segurança', mas não se precipite e não confie em preços muito abaixo do mercado. Ainda há mais coisas a se fazer para a segurança na Web. Em breve estarei postando novas #Dicas!