Anos atrás, na #Educação, as escolas baseavam os seus recursos apenas com a utilização dos livros didáticos, onde os alunos aprendiam, mas não com tanta motivação. Com a renovação das tecnologias, a aprendizagem atualmente está sendo de suma importância no ensino. Muitos alunos que não tinham interesse ou alguma dificuldade na sua aprendizagem, com as novas tecnologias obtêm muito mais facilidade em aprender, podendo expressar suas dificuldades emotivas, cognitivas, psicológicas e físicas.

Também é possível identificar qual o avanço do aluno e como intervir para ajudá-lo, apesar desse processo estar sendo pouco aproveitado e explorado, não em todas as escolas.

Publicidade
Publicidade

Por isso para que haja esse processo de aprendizagem são necessários vários fatores para haver mudanças, por exemplo, são poucas escolas que possuem tecnologias necessárias para o uso dos alunos. O outro fator é que muitos professores procuram adaptar-se nessa nova renovação, mas a maioria não consegue por falta de formação e orientação na busca de informações mais aprofundadas. Com o aperfeiçoamento, o docente vai planejar, procurar buscar a melhor forma de transmitir o que aprendeu e a transformar o saber ensinar em saber aprender.

O docente tem uma grande responsabilidade em lidar, relacionar e utilizar esse conhecimento, tendo consciência das suas possibilidades para estar a par dos avanços tecnológicos. Com as tecnologias, o professor vai ser mais explorado, sendo observado através da qualidade do seu trabalho.

Publicidade

Também vai acabar trabalhando mais, tendo mais funções, pois ele não passa só a elaborar as aulas, terá que ministrá-las, digitar os textos para o seu planejamento e procedimentos didático.

Com isso, vai haver uma educação continuada, que leve o professor a se questionar e a refletir sobre suas práticas, os conteúdos trabalhados, a metodologia, os recursos e assim encontrar novos caminhos. Laurrilard (apud KENSI, 1998. p.68). Conforme a visão do teórico, é importante a interação professor/aluno, onde o docente deve conhecer a realidade que se encontra o aluno. Com isso, o discente vai ter plena confiança no professor e certamente tudo isso vai valer a pena, pois o aluno vai se tornar um ser crítico, ter suas próprias ideias, tirar suas conclusões, dar opiniões e ampliar suas potencialidades. Portanto, para esse processo de mudança dar certo é preciso do apoio não só da escola e sim de todos que fazem parte dessa renovação.