Estados Unidos - Três anos após a sua morte, Steve Jobs continua presente nas salas de audiência em todo país. E isso não é necessariamente uma boa notícia para a #Apple. Em dezembro, a empresa está pronta para ir a julgamento no terceiro grande processo que tem enfrentado desde que o Sr. Jobs morreu. Seus e-mails desempenharão um papel importante no caso, como fizeram nos últimos dois. Mas os advogados, provavelmente, terão de trabalhar muito duro a defesa para chegar a um resultado satisfatório. Os danos potenciais em torno de 350 milhões de dólares - são uma ninharia para uma empresa que, no seu último trimestre, teve um lucro de US $ 8,5 bilhões.

Publicidade
Publicidade

Executivos são muitas vezes orientados por seus advogados para terem cuidado com o que colocam por escrito, temendo que isso acabe como prova em um tribunal. Talvez o Sr. Jobs não conseguiu recebeu essa advertência. Seus e-mails em ações passadas eram uma mistura de ameaças de litígio contundentes contra os seus adversários e promessas financeiras animadoras para potenciais parceiros de negócio, Fizeram dele uma testemunha excepcional contra a sua própria empresa, mesmo no além túmulo. Na Califórnia há uma ação coletiva envolvendo iPods mais antigos, Os autores são os consumidores que dizem que a Apple violara uma lei, pois segundo esses consumidores e para manter as suas músicas, as pessoas eram obrigadas a ficarem com os iPods que são os mais caros, ao invés de adquirirem as alternativas mais baratas de reprodutores de música .

Publicidade

Os e-mails de Jobs e suas atitudes filmadas antes de sua morte serão usados pelos advogados dos seus adversários para retratá-lo como um autor que planejou esquemas ilícitos contra a concorrência para proteger a soberania Apple no mercado da música digital.

"Vamos apresentar provas de que a Apple tomou medidas para bloquear os seus concorrentes e nesse processo competitivo lesou os próprios consumidores", disse Sweeney Bonny, o advogado da parte queixosa.

A Apple não quis se manifestar sobre as acusações.

Parece que ainda há mais pano para a manga. Pelo jeito, muitos outros processos virão, por conta de algumas declarações feitas pelo Sr Jobs. Tenham elas sido feitas por vídeos ou e-mails, têm sido uma herança indesejada para a sua mais nobre criação, a Apple. #Justiça