De acordo com pesquisa realizada pela Forrester Research, o setor de TI, no Brasil, deverá crescer 11,6%. Pela pesquisa da IDC, "Habilidades em Redes e Conectividade na América Latina", aplicada na Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, México, Peru e Venezuela, a falta de especialistas em TI chegará a 32% em 2015, significando uma carência de mais de 117 mil profissionais especializados em redes e conectividade. A pesquisa da IDC também ressalta que em relação às vagas previstas para 2015, às destinadas para rede emergente (comunicações unificadas, vídeo, computação em nuvem, mobilidade, data center e virtualização), terá uma escassez de 51% ou falta de 66.702 profissionais no Brasil, o que o classifica, dentre os países da América Latina, como o segundo país com mais dificuldades em encontrar técnicos qualificados, tornando mais cara a contratação desses profissionais.

Publicidade
Publicidade

De acordo com previsões do ministério da Ciência e Tecnologia, a carência por profissionais de TI chegará a 3 milhões no Brasil. Assim, iniciaremos 2015 com grande demanda do mercado por profissionais de TI e sem conseguir supri-la. É um setor de grandes oportunidades para quem precisa trabalhar. Entretanto, não basta fazer um curso. É necessário possuir de fato interesse pela área, disposição para aprender e habilidades multidisciplinares. A procura é grande por profissionais qualificados e nem sempre é possível encontrá-los no mercado. Assim, muitas empresas investem em formação e criam oportunidades para que o profissional inicie e demonstre habilidade em adquirir experiência de forma rápida.

Em alguns segmentos de TI já existe uma saturação e o mercado converge seu interesse para determinados assuntos.

Publicidade

Segue abaixo uma lista com algumas tendências para quem já é da área e deseja galgar novos horizontes ou para quem está começando e precisa de um "norte":

  • Rede e Conectividade
  • Dispositivos Móveis (Mobile)
  • Design Thinking
  • Internet das Coisas (IoT)
  • Computação em Nuvem ou Cloud Computing
  • Redes Sociais
  • BI (Business Intelligence)
  • Big Data
  • Impressão 3D
  • TI Verde

O cenário do País acaba se tornando contraditório, pois enquanto o Brasil retrata uma alta taxa de desemprego também demonstra a existência de uma demanda crescente por profissionais de tecnologia da informação e carência por falta de mão de obra qualificada. A previsão é de que as empresas e o governo aumentem os investimentos em TI no período de 2014 e 2016.

Se faz necessária uma revisão urgente deste setor. Onde estão as falhas? Como é possível equilibrar oferta e procura? Existem muitos cursos de graduação, pós-graduação e técnicos, mas será que estão adequados? Refletem o momento que o mercado vive e a urgência em formar profissionais que saiam prontos para o mercado de #Trabalho? Enfim, existe uma lacuna imensa e o brasileiro que teve dificuldades para garantir sua empregabilidade tem a chance de sair da condição marginal.

Publicidade

O País precisa crescer e ocupar o seu espaço junto às grandes potências da Tecnologia da Informação. #AnoNovo2015