Debater as tendências, melhores práticas, usos e estratégias relacionadas às plataformas e dispositivos móveis e seu impacto no jornalismo. Esse foi o principal objetivo do curso online "Introdução ao jornalismo móvel", realizado pela ANJ (Associação Nacional de Jornais) e pelo Centro Knight para o Jornalismo nas Américas, com o apoio do Google.

As atividades começaram no dia 10 de novembro e foram encerradas no domingo, dia 7 de dezembro. O curso é o que chamam de MOOC (curso online, massivo e aberto, por suas siglas em inglês), um treinamento completamente online, que foi apresentado em quatro módulos semanais.

Segundo os organizadores, o curso online visa "ensinar jornalismo móvel para jornalistas brasileiros, professores, estudantes de jornalismo e o público em geral, abrangendo tendências, melhores práticas, usos e estratégias relacionadas às plataformas e dispositivos móveis em evolução e expansão".

Publicidade
Publicidade

Os instrutores foram o especialista americano Will Sullivan e a professora brasileira Lorena Tárcia, que atuaram como moderadores dos debates e das atividades.

Durante o curso foram feitas diversas matérias jornalísticas utilizando os smartphones, como o de Betânia Ramos Schröder, da Alemanha, sobre a comoção pela morte brutal de Tugce A. "Me atrevi a usar da criatividade e do que tinha para cumprir esta tarefa. Usei para este vídeo o Imovie novamente e as fotos foram trabalhadas no app photoshop express para Iphone", explicou.

Carlos Turdera também utilizou o iMovie, com capturas curtas de vídeos que fez na avenida Paulista, sobre o centro multicultural.

Para Diego Duarte o curso foi muito proveitoso. "Minha sugestão é que mantenha o curso para os próximos anos, porém, com módulos mais avançados para os que já realizaram este primeiro", acrescentou.

Ao todo, o curso reuniu 3.451 participantes de vários continentes, desde a África, Europa, América do Norte e América do Sul. A maioria dos vídeos produzidos durante o curso estão disponíveis na Comunidade no Google+, com a hashtag #knightmooc. #Educação