A Lenovo divulgou na quarta-feira (10) o recall de cabos de alimentação de notebooks no Brasil. O uso do produto pode causar incêndio e queimadura. A companhia chinesa realizará a troca dos cabos de alimentação modelo LS-15 que foram produzidos entre fevereiro e dezembro de 2011. Os cabos foram distribuídos como acessório dos notebooks Lenovo e dos modelos IdeaPad, vendidos entre fevereiro de 2011 e junho de 2012.

Se você tem um notebook dessa marca, preste atenção se o seu cabo de alimentação tem as seguintes características: o cabo tem a cor preta, o modelo LS-15 está identificado na extremidade do adaptador (mostrado na foto) e no cabo há um adesivo informando um código de data.

Publicidade
Publicidade

De acordo com a assessoria do Procon, se você tem um produto com essas características deve deixar de usá-lo de imediato, pois o cabo pode superaquecer e provocar incêndio e queimaduras. Desligue o notebook e não use mais o cabo, até que ele seja substituído.

A Lenovo recomendou que os consumidores que possuem este produto devem entrar em contato com a empresa para solicitar um cabo novo e receber orientações sobre descarte seguro do antigo. Você pode entrar em contato com a empresa pelos números: (11) 3140-0500 (apenas para moradores da Grande São Paulo) e 0800 885 0500 (para outras regiões).

Esta não é a primeira vez que uma fabricante anuncia recall desses cabos. Em agosto, a HP anunciou recall de 6 milhões de cabos de energia desse mesmo modelo. Isso ocorreu depois de 29 relatos de cabos que derreteram ou queimaram.

Publicidade

A chinesa Lenovo é hoje uma das maiores empresas de fabricação de PCs e notebooks do mundo. Fundada em Pequim em 1984, comprou a divisão de PCs da IBM em 2003 e a brasileira CCE por R$ 330 milhões, em 2013, para se tornar a líder no mercado de PCs e notebooks no Brasil. No início desse ano, a empresa comprou da Google, a divisão de celulares da Motorola, por US$ 2,9 bilhões.

Entre julho e setembro, a companhia cresceu 0,9% nas vendas de notebooks e 6,4% na comercialização de PCs. Segundo a IDC (International Data Corporation), a Lenovo conquistou 20% do mercado global de PCs e está na frente da HP e da Dell.