A incrível companhia de #Entretenimento, Walt Disney, não poderia ficar alheia à grande revolução digital e investe em nova linha de negócios, lançando uma suíte de aplicativos móveis de aprendizagem para crianças de 3 a 8 anos de idade, a Disney Imagicademy. Trata-se de uma suíte que traz diversos aplicativos móveis, incluindo um aplicativo onde os pais podem acompanhar os filhos e ver as atividades físicas recomendadas, complementares do in-app aulas. A proposta é ensinar as crianças fora da escola e a empresa pretende, futuramente, ampliar o portfólio com produtos como livros e brinquedos interativos, assim como extensão da idade do público alvo.

Publicidade
Publicidade

Iniciando no segmento de #Educação, através de dispositivos móveis, em 11 de dezembro de 2014, a Disney Imagicademy lança um aplicativo para iPad denominado 'Mickey's Magical Math World' contendo atividades baseadas em matemática, como contagem, formas, lógica e classificação. Dentro do app há cinco atividades. O aplicativo básico é livre para usar, mas as atividades aprimoradas custam US$ 4,99 ou US$ 19,99 para quem deseja comprar todas as cinco. Já estão previstas as aplicações futuras sobre assuntos que vão desde a ciência da vida a outras disciplinas. Os aplicativos respeitam as leis que impedem a segmentação de publicidade online para crianças menores de 13 anos.

Um destaque vale para o app companheiro, para os pais, que permite que acompanhem o que seus filhos estão fazendo, mesmo que eles estejam usando um dispositivo móvel separado.

Publicidade

O aplicativo também sugere várias atividades offline, como, por exemplo, criação de 'corredores' de foguetes utilizando tubos de papel higiênico, fita adesiva e balões, ou fazendo uma espécie de técnica de 'acolchoamento' de papel de seda para aprender formas.

De acordo com a Associação Americana de Pediatria, as crianças passam uma média de sete horas por dia na 'mídia de entretenimento', ou seja, envolvidas com TVs, computadores, telefones e outros dispositivos eletrônicos. É recomendado no máximo duas horas por dia, além de ser necessário o consumo de 'conteúdo de alta qualidade'.

Com esse olhar para o aprendizado, através do meio digital, trazendo grandes benefícios para a educação complementar, significa que as crianças começarão cada vez mais cedo a serem proprietárias de tecnologias móveis. Os pais que preparem os bolsos.