Twitter sempre se orgulhou de ser um ambiente de discussão e de liberdade de expressão, mesmo que o discurso seja vil e odioso. Assim, tem que analisar cuidadosamente algumas mensagens que extrapolam, com conteúdos abusivos. Até julho de 2013, o usuário não tinha nenhum dispositivo para se queixar no caso de estar sofrendo algum tipo de assédio ou outro incômodo.

Agora, depois de numerosos casos que envolvem linguagem vil e ameaças de estupro ou morte, feitas para os usuários do Twitter e assim diminuindo o uso do serviço, a empresa parece ter uma nova estratégia. Ela quer tornar o Twitter um lugar mais seguro e atraente para que não perca mais usuários

Na terça-feira, a empresa anunciou novas ferramentas para torná-lo mais fácil de denunciar o assédio, que serão gradualmente introduzidss este mês para os seus 284 milhões de usuários ativos.

Publicidade
Publicidade

A grosso modo, o Twitter pretende simplificar as formas que um usuário tem de preencher e tornar as denúncias de abusos mais simplificadas, especialmente para usuários móveis

A empresa também vai incentivar as denúncias de pessoas que forem testemunhas destes abusos, o que melhorará em muito a capacidade de segurança do Twitter. E o usuário terá um respaldo o mais rápido possível.

Como parte da política atual da empresa, qualquer conta que for denunciada e que esteja cometendo abusos, após análise e confirmação pela equipe do Twitter, poderá sofrer com a penalidade de desligamento do mesmo.

Os usuários também serão capazes de ver rapidamente quem eles optaram por bloquear e desbloquear ou de adicionar mais nomes à lista de boqueados. Esse bloqueio vai funcionar dessa forma: você não vai ver as mensagens colocadas pela pessoa bloqueada e a pessoa bloqueada não poderá ver seus posts também.

Publicidade

"Um dos princípios fundamentais do Twitter é que nós queremos que os usuários tenham controle sobre a sua experiência de navegação no ambiente. Nós não queremos estar em uma posição de dizer o que o usuário deve ou não fazer", disse Del Harvey, vice-presidente do Twitter, em uma entrevista. Ao melhorar o bloqueio, os usuários do Twitter poderão filtrar contas de pessoas indesejadas e não apenas os de assediadores.

Alguns tipos de abusos em breve poderão ser controlados pela adição da tecnologia anti-spam da empresa para filtrar esses tipos de mensagens. E o Twitter vai considerar a possibilidade de adicionar uma ferramenta para permitir que um usuário faça suas reclamações sobre várias contas abusivas em um só relatório, algo que as pessoas que têm sido alvo de diversos abusos vêm procurando já há algum tempo.

Com meio bilhão de mensagens circulando por dia neste serviço, o Twitter nunca vai ser perfeito. Mas à medida que o serviço se esforça para tornar o ambiente mais seguro e agradável para todos os usuários, muita gente vai continuar twitando por muito tempo. "Este é apenas um passo em uma longa jornada", disse Harvey. #Comunicação