Sabemos que hoje, inúmeros alunos e pesquisadores matriculados em diversas universidades espalhadas pelo país escrevem muito mal e não alcançam um grau de excelência na escrita científica de artigos de alto impacto, que possam mostrar lá fora toda a qualidade das pesquisas que nosso país desenvolve anualmente e que possam elevar nosso país a outro patamar que tanto almejamos alcançar um dia, em termos de produção cientifica.

Além de não dominarem as regras gramaticais básicas da língua portuguesa escrita e também falada, não possuem um vocabulário mais apurado e extenso para produzir bons textos com objetividade e clareza de pensamentos.

Publicidade
Publicidade

Assim, ainda vemos que muitos deles têm enorme dificuldade de se expressar e de tecer opiniões sobre temas variados em sua língua nativa utilizando-se, muitas vezes, de diversas abreviações e contrações, gírias e expressões informais que só são aceitáveis no meio acadêmico na língua falada coloquial.

Diante de tudo isso e ainda com o péssimo desempenho dos candidatos em provas escritas realizadas em concursos públicos através dos baixos resultados obtidos por aqueles que realizaram a prova de redação do ENEM de 2014, ou em outros concursos públicos ou privados, vemos com muito bons olhos a iniciativa da USP, em lançar um #Curso (EAD) totalmente gratuito voltado ao aprimoramento dos alunos pesquisadores, no sentido de ajudá-los a melhorar suas escritas de artigos científicos. Trata-se de uma iniciativa excelente e que veio na hora certa.

Publicidade

Seria de grande ajuda se pudéssemos ver mais universidades com esta mesma visão, fazendo o mesmo e oferecendo outros cursos relacionados à melhoria da escrita neste país, tão carente de recursos e iniciativas como esta.

Redigir bons textos, envolventes, objetivos, claros e que instiguem o leitor a se aprofundar em determinado assunto não é tarefa fácil e requer muito estudo e domínio de regras gramaticais, expressões coloquiais da língua e devido a tudo isto iniciativas como esta devem ser aplaudidas e suportadas de pé por todos.

Facilitar o acesso dos pesquisadores, através de novas tecnologias de ensino e aprendizagem em EAD, aos amantes da boa escrita e promover a sua consequente melhoria da qualidade dos artigos científicos escritos produzidos no país é primordial para conseguirmos alcançar uma melhor condição social e econômica e também aumentar o crescimento de nosso país, tornando-o mais competitivo em relação aos outros países. Aguardamos outras belas iniciativas como esta. #Educação