O #Google está presente em diversas áreas da tecnologia, investindo cada vez mais em novidades e aumentando os ramos de atuação. Agora, o Google quer entrar no ramo da telefonia celular. Essa notícia foi divulgada dia 21 de janeiro. A empresa afirma que vai se tornar a nova operadora de celular dos Estados Unidos. Entretanto, o Google não será apenas mais uma operadora tradicional, pelo contrário, como é de se esperar de tudo o que vem do Google, ele surpreende ao utilizar o MVNO (mobile virtual network). Com essa tecnologia, a empresa irá alugar a infraestrutura da Sprint e da T-Mobile (operadoras de celulares que atuam no mercado dos EUA). Dessa forma, o Google entra no ramo podendo oferecer seus próprios pacotes e planos de celulares para os consumidores.


Essa notícia agitou o mercado norte-americano, incluindo a bolsa de valores. Afinal, com o Google entrando no ramo, a competição entre as empresas, que já era muito acirrada, vai aumentar. Vai ser uma verdadeira guerra de preços para conseguir clientes. Essa previsão de queda de preços e disputa de empresas apenas pela entrada do Google tem lógica e precedentes, pois, quando o Google entrou no mercado de banda larga, para começar com estilo, ele já ofereceu conexões de 1Gbps de velocidade com preços acessíveis. A partir desse momento, toda entrada da empresa em mais um setor da tecnologia é vista como uma "ameaça". Por isso, as operadoras de celulares dos Estados Unidos estão receosas com a entrada do Google como novo concorrente.

Portanto, essa é uma ótima notícia para os consumidores americanos, que provavelmente vão ter uma operadora de celular que oferece um serviço de qualidade com preços baixos.

Publicidade
Publicidade

Tudo no padrão Google de qualidade.

Para os brasileiros só resta torcer para o Google vir para o Brasil e entrar no ramo da banda larga, da internet, da TV a cabo e o que mais quiser. Pois, a situação está horrível. Dessa forma, com uma concorrente do nível do Google, as empresas irão oferecer serviços de qualidade com preços acessíveis. #Comunicação