Um acessório #Google para odor nas axilas! Era só o que faltava, não é verdade? Este consiste no exemplo de que a tecnologia pensa em tudo, até naquilo não idealizado por mentes humanas comuns.

O mais interessante é que o Google patenteou esta tecnologia nos órgãos reguladores norte-americanos. No campo estético não tem grande novidade, apenas um pequeno ventilador repleto de sensores que trabalham de maneira única para captar o nível de odor dos usuários.

Google para odor nas axilas

Após detectar o mal cheiro, o acessório Google, caso seja necessário, aciona mecanismos que iniciam uma série de fragrâncias para substituir o cheiro ruim por algo um pouco mais agradável.

Publicidade
Publicidade

O desodorante é acionado graças ao trabalho da ventoinha, que cria inclusive a rota de fuga online

Para evitar o constrangimento com amigos quando o cheiro ruim é eminente, este acessório Google para axilas funciona da seguinte maneira:

● Os sensores olfativos detectam o mau cheiro

● Após detectarem, ocorre a conexão via web

● Na sequência, surgem os pontos nos quais se localizam os amigos (via redes sociais)

● Por fim, o GPS traça rota na qual ninguém conhecido será encontrado no caminho

Até que o conceito de fuga do networking quando a axila está com odor é eficaz, afinal, quase todo mundo quer distância dos amigos ou das paqueras quando estão com mal cheiro.

Em país tropical como o Brasil, este item tem grande funcionalidade. Imagine que no dia de verão, após a academia, as chances de odores devido ao suor são grandes.

Publicidade

Sem contar com a novidade, ou seja, o ventilador acessa a rede mundial de computadores para salvar a reputação dos usuários.

Atributos do aplicativo Google para axilas

O Odor Removing Device, nome do "arquivo mágico" deste acessório, tem tecnologias de ponta para eliminar cheiro ruim, entre as quais se destacam:

● Parâmetro detector

● Módulo de atividade

● Dispersor

● Supressor

● Outros componentes sensoriais

O Google ainda não tem previsão de quando sairá este lançamento, ao considerar a burocracia quanto à patente nos Estados Unidos! #Inovação